O ponto da crítica de Wilhelm Dilthey às filosofias especulativas da História no Livro I da Introdução às Ciências do Espírito

Autores

  • Guilherme José Santini da Silva Instituto Federal de Mato Grosso, Guarantã do Norte, Mato Grosso, Brasil, gjsantini@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rth.v24i1.67979

Palavras-chave:

Wilhelm Dilthey, epistemologia da história, filosofia da história

Resumo

Empossado na cadeira que pertencera a Hegel na Universidade de Berlim, Wilhelm Dilthey escreve sua Introdução às Ciências do Espírito (1883). Em seu Livro I, ele disserta sobre as filosofias da História para explicitar ao leitor o que faltava ao conhecimento histórico para que viesse a adquirir sua plena justificação epistemológica. Dilthey distingue as filosofias da História em três tipos, elencando seus principais autores e teses, e especifica quais são seus equívocos e lacunas, as quais se reduzem a um ponto determinante. O presente artigo se propõe a elucidar, pelo exame do texto citado, a crítica de Wilhelm Dilthey às filosofias da História: precisamente, qual é o ponto de sua crítica. Trata-se de um estudo que extrai sua validade do mérito intelectual intrínseco à crítica em questão, cujos desdobramentos epistemológicos são úteis ainda hoje, e também de sua importância histórica, na medida em que a crítica de Dilthey às filosofias especulativas da História significa um momento originário das chamadas filosofias críticas da História.

Biografia do Autor

Guilherme José Santini da Silva, Instituto Federal de Mato Grosso, Guarantã do Norte, Mato Grosso, Brasil, gjsantini@gmail.com

Professor de Filosofia do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), doutor em Filosofia pela PUC-SP (http://lattes.cnpq.br/3074405079521849).

Referências

ARON, Raymond. La Philosophie Critique de l’Histoire. Paris: Julliard, 1970.

BARROS, José, D’A. Teorias da História e Filosofias da História? Reflexões sobre o contraste entre estes dois espaços de reflexão sobre o fazer histórico. In: Revista Anos 90, v. 19, (2012), p. 367-400.

BOLLNOW, O. F. Introducción a la Filosofía del Conocimiento. Buenos Aires: Editorial Amorrortu, 1970.

BOSSUET, J.-B. Sermão sobre a Providência. In: MENEZES, Edmilson (org.). História e Providência: Bossuet, Vico e Rousseau: textos e estudos. Ilhéus: Editora UESC, 2006, p. 29-49.

CAMILLERI, Sylvain. Dilthey et la “Critique de la Raison Historique”: genèse et enjeux d’un projet inachevé. In: FAGNIEZ, G.; CAMILLERI, S. (org.). Dilthey et L’Histoire. Paris: Vrin, 2016, p. 27-41.

CONDORCET, Marquis de. Esquisse d’un Tableau des Progrès de l’Esprit Humain. Paris: Vrin, 1970.

DILTHEY, Wilhelm. Gesammelte Schriften, I. Göttingen: Vandenhoeck & Ruprecht, 1957.

DILTHEY, Wilhelm. Gesammelte Schriften, V. Göttingen: Vandenhoeck & Ruprecht, 1957.

DILTHEY, Wilhelm. Gesammelte Schriften, XIX. Göttingen: Vandenhoeck & Ruprecht, 1997.

GADAMER, H.-G. O Problema da Consciência Histórica. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

KINZEL, Katherina. Relativism in German Idealism, Historicism and NeoKantianism. In: KUSCH, M. (ed.). The Routledge Handbook of Philosophy of Relativism. Abingdon: Routledge, 2019, p. 69-78.

KOSELLECK, Reinhart et al. O Conceito de História. Belo Horizonte: Autêntica, 2013

LAGUEUX, Maurice. Actualité de la Philosophie de l’Histoire: l’Histoire aux mains des philosophes. Québec: Presses de l’Université Laval, 2004.

LESSING, H.-U. Wilhelm Dilthey, o filósofo das Ciências Humanas. In: Aoristo – International Journal of Phenomenology, Hermeneutics and Metaphysics, n. 3, v. 1, 2019, p. 14- 31.

LÖWITH, Karl. Historia del Mundo y Salvación: los presupuestos teológicos de la filosofia de la historia. Buenos Aires: Katz, 2007.

PATOCKA, Jan. L’Europe après l’Europe. Lagrasse: Verdier, 2007.

PORTA, Mário. A. G. Estudos Neokantianos. São Paulo: Edições Loyola, 2011.

RODI, Frithjof. O conceito de estrutura em Dilthey. In: Revista USP, n. 2, 1989, p. 117-124.

ROLDÁN, Concha. Entre Casandra y Clío: una historia de la filosofia de la historia. Madri: Akal Ediciones, 1997.

THYSSEN, Johannes. Historia de la Filosofia de la Historia. Buenos Aires: Espasa Calpe, 1954.

VASICEK, Zdenek. Philosophy of History. In: TUCKER, Aviezer (ed.). A Companion to the Philosophy of History and Historiography. Malden: Blackwell Publishing, 2009, p. 26-43.

WALSH, W. H. Introdução à Filosofia da História. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

Downloads

Publicado

30-07-2021

Como Citar

José Santini da Silva, G. . (2021). O ponto da crítica de Wilhelm Dilthey às filosofias especulativas da História no Livro I da Introdução às Ciências do Espírito. Rth |, 24(1), 126–138. https://doi.org/10.5216/rth.v24i1.67979

Edição

Seção

Artigos de dossiê