Da verdade historial

Movimentos de confluência entre a teoria psicanalítica e a concepção arendtiana (funcional) de história

Autores

  • Diego Avelino Moraes Carvalho Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), Goiânia, Goiás, Brasil, prof.diemoraes@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rth.vi2.65504

Palavras-chave:

Filosofia, História, Psicanálise, Verdade

Resumo

Esse trabalho tem como objetivo estabelecer uma confluência entre a teoria e clínica psicanalítica, a ciência histórica e a filosofia. Notadamente, articulando autores como Hannah Arendt, Sigmund Freud e Jacques Lacan. Esse esforço de aproximação pressupõe articular um debate que incida sobre a função do historiador e o estatuto de verdade para a filosofia e a psicanálise. Inicialmente, apresentaremos a leitura arendtiana sobre a tarefa do storyteller [historiador-narrador] enquanto aquele que extrai a novidade do acontecimento histórico. Posteriormente, a proposta é apresentar o debate em torno das noções de verdade material e histórica para a psicanálise, em especial para a ética e clínica lacaniana. Ao fim, pretende-se dar sentido a essa interlocução apontando o quanto certas categorias se confluem ofertando um interessante exercício para o ofício do historiador. 

Biografia do Autor

Diego Avelino Moraes Carvalho, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), Goiânia, Goiás, Brasil, prof.diemoraes@gmail.com

Doutor em História Social (UFG) e Mestre em Ética e Filosofia (UFG). É professor do Departamento de Ciências Humanas e Filosofia do IFG - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás/Campus Gyn. É também professor colaborador da Faculdade de História da UFG. É membro do Latesfip Cerrado [Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise do Centro Oeste]. Coordena o GEA-TCP [Grupo de Estudos Avançados em Teoria e Clínica Psicanalítica] (http://lattes.cnpq.br/2515993225919961).

Downloads

Publicado

22-12-2020

Como Citar

Moraes Carvalho, D. A. (2020). Da verdade historial: Movimentos de confluência entre a teoria psicanalítica e a concepção arendtiana (funcional) de história. Rth |, (2), 147–166. https://doi.org/10.5216/rth.vi2.65504

Edição

Seção

Artigos de dossiê