Psicanálise, hermenêutica e o problema do sentido

Ricoeur leitor de Freud

Autores

  • Breno Mendes Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, mendes.breno@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rth.vi2.65234

Palavras-chave:

psicanálise, hermenêutica, sentido, Ricoeur, Freud

Resumo

Nesse artigo realizo uma reflexão sobre a leitura filosófica da psicanálise de Sigmund Freud desenvolvida por Paul Ricoeur, especialmente no que diz respeito ao problema do sentido e às suas implicações para o fenômeno da história. Para tanto, lanço mão da hermenêutica como método e me concentro na obra Da interpretação: ensaios sobre Freud de 1965, a fim de compreender as possíveis analogias identificadas por Ricoeur entre a abordagem psicanalítica e o trabalho hermenêutico. Além disso, realizo uma contraposição entre a apropriação ricoeuriana de Freud e a interpretação feita por Lacan. Por fim, investigo a dialética elaborada por Ricoeur entre a arqueologia do sujeito de Freud e a teleologia da consciência de Hegel.

Biografia do Autor

Breno Mendes, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, mendes.breno@gmail.com

Professor Adjunto da Universidade Federal de Goiás. Editor associado de Comunicação e Mídias Sociais da História Revista. Atual coordenador do subprojeto de História do PIBID na UFG. Doutor em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (2019). É licenciado (2010) e mestre (2013) em História pela mesma instituição. Sua tese sobre o conceito de sentido na filosofia da história de Paul Ricoeur, sob a orientação de Douglas Attila Marcelino, foi indicada para a publicação. Sua dissertação de mestrado, sob a orientação de José Carlos Reis, deu origem ao livro "A representação do passado histórico em Paul Ricoeur" lançado pela Editora FI. Foi professor substituto no Departamento de História da UFMG por quatro semestres (2014-2015), onde lecionou disciplinas de Teoria e Metodologia da História e Análise da Prática de História/Estágio de História. Atuou na educação básica em escolas da rede pública e em instituições privada de ensino. Possui experiência na área de revisão técnica e elaboração de material didático para Ensino à Distância. Atuou como webtutor do curso de História modalidade EAD da Faculdade Educacional da Lapa (FAEL). Seus interesses de pesquisa se concentram nas áreas de Teoria e Filosofia da História, História da Historiografia, Ensino de História, Historiografia Contemporânea e Historiografia Brasileira. É membro do International Network for Theory of History (INTHH), da Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia (SBTHH) e do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Teóricos (NIET/UFMG) (http://lattes.cnpq.br/6212911842793379).

Referências

CERTEAU, Michel de. História e psicanálise entre ciência e ficção. Trad. Guilherme João de Freitas Teixeira. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.

DESCOMBES, Vincent. Lo mismo y lo otro. Cuarenta e cinco anos de filosofia france-sa (1933-1978). Segundo Edición. Madri: Ediciones Catedra, 1988.

DOSSE, François. Paul Ricoeur. Les sens d’une vie (1913-2005). Paris: La Découverte, 2008.

DOSSE, François. Paul Ricoeur: um filósofo em seu século. Tradução de Eduardo Lessa Peixoto de Azevedo. Rio de Janeiro : FGV Editora, 2017.

FRANCO, Sergio de Gouvea. Hermenêutica e psicanálise na obra de Ricoeur. São Paulo : Edições Loyola, 1995.

FREUD, Sigmund. A interpretação dos sonhos. Trad. Walderedo Ismael de Oliveira. Edição comemorativa de 100 anos, contendo em apêndice: Uma premonição onírica realizada. Rio de Janeiro: Imago, 2001.

FREUD, Sigmund. Introdução ao narcisismo, ensaios de metapsicologia e outros tex-tos (1914-1916). Tradução e notas Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. (Obras completas, v. 12).

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método 1: traços fundamentais de uma hermenêu-tica filosófica. 11. ed. Trad. Flávio Paulo Meurer. Petrópolis: Vozes; Bragança Paulis-ta: Editora Universitária São Francisco, 2013.

GIRARDI, Marco. Narrativa, tempo e limites da linguagem: história e psicanálise. Dis-sertação (Mestrado em História) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Uni-versidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2017.

GRONDIN, Jean. Introdução à hermenêutica filosófica. Trad. Benno Dischinger. São Leopoldo: Editora Unisinos, 1999.

HEGEL, Georg Wilhelm. Fenomenologia do espírito. Petrópolis: Vozes, 2014.

INWOOD, Michael. Dicionário Hegel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, Ed, 1997.

LACAN, Jacques. O seminário: livro 11 os quatro conceitos fundamentais da psicaná-lise; texto estabelecido por Jacques-Alain Miller; [versão brasileira de M. D. Magno]. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1979.

LACAN, Jacques. O Seminário: livro 1 os escritos técnicos de Freud. Texto estabeleci-do por Jacques Alain Miller; versão brasileira de Betty Milan. 3. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1986.

LAPLANCHE, Jean. Teoria da sedução generalizada e outros ensaios. Tradução: Do-ris Vasconcelos. Porto Alegre, 1988.

LYTHGOE, Esteban. La convergencia de la historia y el psicoanálisis en Paul Ricoeur. História da historiografia, Ouro Preto, n. 23, p. 114-129, abril 2017.

MENDES, Breno. Memória, testemunho e escrita da história nos arquivos da ditadura militar brasileira. Literatura e Autoritarismo (UFSM), v. 16, p. 17-34, 2016.

MENDES, Breno. Existência e linguagem: o problema do sentido na filosofia da histó-ria de Paul Ricoeur. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2019.

MEZAN, Renato. Interfaces da psicanálise. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

RICOEUR, Paul. Da Metafísica à Moral; seguido de Paul Ricoeur, “Autobiografia intelectual”. Trad. Sílvia Menezes e António Moreira Teixeira. Lisboa: Instituto Pi-aget, S/D.

RICOEUR, Paul. Philosophie de la volonté I: le volontaire et le involontaire. Paris: Aubier 1950.

RICOEUR, Paul. Da interpretação: Ensaio sobre Freud. Tradução: Hilton Japiassu. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1977.

RICOEUR, Paul. O conflito das interpretações. Ensaios de hermenêutica. Trad. Hilton Japiassu. Rio de Janeiro: Imago, 1978.

RICOEUR, Paul. Escritos e conferências 1: em torno da psicanálise. Trad. Edson Bini. São Paulo: Edições Loyola, 2010.

ROUDINESCO, Elisabeth. História da psicanálise na França: a batalha dos cem anos. Tradução Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1988.

SANTOS, José Henrique. O trabalho do negativo: ensaios sobre a Fenomenologia do espírito. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

SCHLEIERMACHER, Friederich. Hermenêutica e crítica: com um anexo de textos de Schleiermacher sobre filosofia da linguagem. Ijuí: Editora Unijuí, 2005.

SIMMS, Karl. Ricoeur and Lacan. London: Continuum International Publishing Group, 2007.

Downloads

Publicado

22-12-2020

Como Citar

Mendes, B. (2020). Psicanálise, hermenêutica e o problema do sentido: Ricoeur leitor de Freud. Rth |, (2), 127–146. https://doi.org/10.5216/rth.vi2.65234

Edição

Seção

Artigos de dossiê