HISTÓRIA, TEORIA E LIBERDADE: SAUDAÇÃO A JÖRN RÜSEN

  • Arthur Alfaix Assis UnB
Palavras-chave: Teoria da História, Historik, Jörn Rüsen

Resumo

A palavra história, nunca é demais lembrar, tem pelo menos dois significados. De um lado aponta para tudo aquilo que os historiadores fazem ao pesquisar materiais remanescentes do passado e escrever histórias; do outro, para um conceito-chave que empregamos para fazer sentido de experiências coletivas, experiências essas cuja significância para nós, hoje, queremos ressaltar, quando as qualificamos como “históricas”. A obra de Rüsen abrange a história nessas duas acepções básicas. A sua primeira publicação de maior fôlego foi a tese doutoral, defendida na Universidade de Colônia, em 1966, e posteriormente adaptada para publicação. Trata-se de um trabalho sobre o historiador e teórico alemão oitocentista Johann Gustav Droysen; mais especificamente sobre como as interpretações da história antiga e moderna entabuladas por Droysen estão impregnadas de premissas teóricas que ele posteriormente viria a desenvolver de modo mais sistemático (RÜSEN, 1969).

Publicado
28-12-2018
Como Citar
Assis, A. (2018). HISTÓRIA, TEORIA E LIBERDADE: SAUDAÇÃO A JÖRN RÜSEN. Revista De Teoria Da História - Journal of Theory of History, 20(2), 266-273. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/teoria/article/view/56519