AS NARRATIVAS HISTÓRICAS VISUAIS E AS POSSIBILIDADES A PARTIR DO CONCEITO DE SIGNIFICÂNCIA HISTÓRICA

Autores

  • Marcelo Fronza UFMT

Palavras-chave:

Significância histórica, Narrativas históricas visuais, Educação Histórica, Ideias históricas, Aprendizagem histórica

Resumo

Neste artigo investigam-se as possibilidades didáticas proporcionadas pelos debates acerca do conceito de segunda ordem significância histórica com o objetivo de compreender os artefatos da cultura histórica, tais como as narrativas históricas visuais sejam elas histórias em quadrinhos ou filmes. Pretende-se apresentar uma das abordagens teóricas possíveis para a compreensão do poder narrativo das imagens em investigações no campo da Educação Histórica a partir das dos significados históricos que os jovens estudantes desenvolvem quando entram em contato com estes artefatos culturais. Aprofundarei algumas implicações teóricas relativas à abordagem relativa às narrativas históricas visuais a partir das investigações de autores indicadas por Fátima Chaves (SEIXAS, 1994, 1997, 1998; WINEBURG, 2000; GAGO, 2001; BOIX-MANSILLA, 2000; CHAVES, 2006). Como resultado desse trabalho conclui-se que o anacronismo e a descontextualização são carências de orientação temporal que podem possibilitar metodologicamente que os professores compreendam as formas de aprendizagem histórica que seus estudantes desenvolvem quando entram em contado com experiências do passado a partir dessas narrativas históricas visuais presentes em suas vidas práticas.

Downloads

Publicado

30-12-2014

Como Citar

Fronza, M. (2014). AS NARRATIVAS HISTÓRICAS VISUAIS E AS POSSIBILIDADES A PARTIR DO CONCEITO DE SIGNIFICÂNCIA HISTÓRICA. Rth |, 12(2), 179–201. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/teoria/article/view/33424