BENTO MURE E A QUERELA MÉDICA NAS PÁGINAS DA REVISTA DO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO DE 1847

Autores

  • Isadora Tavares Maleval Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em História - UERJ.

Palavras-chave:

Teoria da História

Resumo

Sócio do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro entre 1845 e 1847, Bento Mureacabou expulso da instituição após pronunciar um discurso na “comemoração” da mortedo príncipe D. Afonso em sessão extraordinária organizada pela agremiação. O conteúdo da peça, bem como a própria trajetória do homeopata francês são analisados neste artigo, de modo a tentar compreender a rejeição sofrida por Mure pelos demais membros do IHGB. Desse modo, foi possível concluir que a reprimenda significou uma tentativa de proteger a instituição, que, ao longo dos primeiros anos de existência, desejava aparentar uma homogeneidade perfeita entre os membros em torno de um projeto comum.

Downloads

Como Citar

Maleval, I. T. (2014). BENTO MURE E A QUERELA MÉDICA NAS PÁGINAS DA REVISTA DO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO DE 1847. Rth |, 6(2), 150–177. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/teoria/article/view/28982

Edição

Seção

Pensamento histórico: teorias, métodos, conceitos