Musealização da arqueologia:

alguns subsídios e antecedentes

Autores

  • Maria Cristina Oliveira Bruno Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil

Palavras-chave:

Musealização da Arqueologia. Coleções. Museus. Cadeia Operatória Museológica. Realidade arqueológica.

Resumo

O artigo articula dois textos da autora, elaborados em 2007, que sintetizam algumas premissas da Musealização da Arqueologia. Esses textos foram inicialmente partilhados com estudantes que compunham a então linha de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Arqueologia do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (MAE-USP), atualmente Grupo de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que é coordenado pela autora e pela Profa. Camila de Moraes Wichers. Além de evidenciar pontos centrais como realidade arqueológica e cadeia operatória museológica, os subsídios da Musealização da Arqueologia destacam a importância das ações aplicadas e do trabalho interdisciplinar. Há também a apresentação dos antecedentes e das conexões desses estudos na contemporaneidade, sublinhando a importância da compreensão da historicidade das coleções, instituições e reflexões acadêmicas. A pesquisadora traça alguns dos trabalhos referenciais para essa linha de pesquisa, trazendo o conceito de musealização como força motriz dessas experiências. Para o presente dossiê, voltado ao debate acerca do papel social das coleções, museus e instituições de guarda de acervos arqueológicos, a Musealização da Arqueologia adquire  especial relevância, motivo pelo qual esses textos inéditos são aqui reunidos e apresentados. Ao final há algumas indicações referentes aos caminhos percorridos após o compartilhamento restrito destes textos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Oliveira Bruno, Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil

Doutora em Arqueologia pela Universidade de São Paulo, Mestre em História Social/Pré-História (1984). Professora Titular em Museologia no Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo - MAE/USP.

Referências

BRUNO, Maria Cristina Oliveira. Musealização da arqueologia: um estudo de modelos para o projecto Paranapanema. Cadernos de Sociomuseologia, Lisboa: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, v. 17, n. 17, p. 1-234, 1999.

BRUNO, Maria Cristina Oliveira. Museus de Arqueologia: uma história de conquistadores, de abandono, de mudança. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, n. 6, p. 293- 313, 1996a.

BRUNO, Maria Cristina Oliveira. Formas de Humanidade: concepção e desafios da musealização. Cadernos de Sociomuseologia, Lisboa: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, v. 9, n. 9, p. 55-73, 1996b.

GUARNIERI, Waldisa Rússio C. Conceito de Cultura e sua Interrelação com o patrimônio Cultural e Preservação. Cadernos Museológicos, Rio de Janeiro. IBPC. n. 3, 1990.

POMIAN, Krzysztof. Coleção. In: Memória – História. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1984. p. 51-86. (Enciclopédia Einaudi, 1)

SHANKS, Michael; TILLEY, Christopher. Presenting the past: towards a redemptive aesthetic for the museum. In: SHANKS, Michael; TILLEY, Christopher. Reconstructing Archaelogy: theoryand pratice. Cambridge: Cambridge University Press, 1987. p. 68-99.

Downloads

Publicado

23-09-2021

Como Citar

BRUNO, M. C. O. Musealização da arqueologia: : alguns subsídios e antecedentes. Hawò, [S. l.], v. 2, 2021. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/hawo/article/view/70338. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Museus e coleções arqueológicas: perspectivas antropológicas