Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição deve ser original, inédita e adequada às orientações da revista (conforme indicado em Diretrizes para Autores). Não deve estar em avaliação para publicação em outra revista.
  • A submissão dos arquivos (Microsoft Word, OpenOffice ou RTF), é online sendo necessário cadastrar-se no sistema (OJS), o qual emitirá login e senha para acesso.
  • Para a submissão é necessário que os trabalhos estejam em conformidade com o perfil e formato definidos na linha editorial da revista.
  • Correções e adaptações nos textos são de responsabilidade do(s) autor(es). Citações, referências bibliográficas, identificação de tabelas e figuras ao longo do texto, seguem o padrão ABNT.
  •  A identificação de autoria deve ser enviada em arquivo suplementar, acrescidas de informações como: título na língua original e em língua inglesa, email, afiliação, orcid e link para o currículum Lattes.
  • Para assegurar o anonimato e a objetividade da revisão por pares (duplo cega), devem ser removidas do texto informações que possam identificar o autor(es) do arquivo (página inicial, referências, citações, imagens).

  • As imagens, acompanhadas de seus títulos, legendas e fontes devem estar inseridas no texto. Excepcionalmente podem ser encaminhadas como documentos suplementares.
  • Os resumos deverão ter no máximo 160 palavras seguidos da indicação de quatro palavras-chaves mais representativas do texto .

Diretrizes para Autores

A revista Hawò aceita para publicação, trabalhos originais sob a forma de artigos inéditos, ensaios bibliográficos, resenhas de livros, traduções, editoriais de dossiês temáticos e entrevistas, em português, espanhol, inglês e francês.  Título, resumo e palavras-chave devem ser informados na língua original do texto e em inglês, quando este não for o idioma original, conforme orientações abaixo:

Artigos originais - redigidos com até 11.000 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas. Devem ser acompanhados de resumo (no mesmo idioma do artigo e traduzido para o inglês - Abstract), com até 150 palavras, título em inglês e com até quatro palavras-chave, na língua original do artigo e em inglês (Keywords). Todos os artigos serão submetidos à avaliação de dois pareceristas, cujos nomes permanecerão em sigilo; omitindo-se também os nomes dos autores. A partir desses pareceristas, a Comissão Editorial julgará a viabilidade de sua publicação.

Ensaios bibliográficos - devem conter até 4.400 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas; acompanhados de resumo (na língua do artigo e em inglês), com até 150 palavras, título em inglês e com até cinco palavras-chave, também traduzidas para o inglês e na língua original do texto.

Resenhas de livros – redigidos com até 2.000 palavras, incluindo notas e as referências bibliográficas. Devem apresentar o título (português e inglês) e a referência completa da(s) obra(s) analisada(s). Serão aceitas resenhas de livros com até três anos de publicação, para nacionais, e até cinco anos, para os internacionais, de filmes e de exposições que estejam com conformidade com o perfil da revista.

Traduções - devem conter até 11.000 palavras (casos excepcionais serão avaliados pela Comissão Editorial), de trabalhos relevantes para a Antropologia e áreas afins, conforme o perfil da revista e indisponíveis em língua portuguesa. Devem apresentar título e nome(s) do(s) autor(es), referências sobre a publicação original, texto original utilizado na tradução, autorização do(a) detentor(a) dos direitos autorais permitindo sua publicação em português. Os nomes dos tradutores não devem estar indicados na tradução, como garantia do anonimato da avaliação, mas serão publicados na revista.

Editoriais de dossiês temáticos - devem conter de 5 a 8 artigos de comprovada relevância, conforme perfil editorial da revista. A proposta, organizada por editores convidados, deve seguir o seguinte padrão: título e apresentação editorial sobre a temática do dossiê, nome completo e filiação institucional dos organizadores, título e resumo dos artigos, contendo o nome completo e filiação institucional dos autores, resumo do tema do dossiê, nome(s) completos do(s) autor(es) dos artigos, suas vinculações institucionais e países de residência. A apresentação dos artigos segue as mesmas orientações de formatação para os textos. A aprovação de dossiês temáticos é de responsabilidade de Comissão Editorial.

Entrevistas - devem conter até 8.000 palavras incluindo notas e referências bibliográficas, acompanhadas do título em português e em inglês.  Devem ser inéditas, dando destaque a importantes expoentes e debates da Antropologia contemporânea. Será publicada apenas uma entrevista por edição.

APRESENTAÇÃO DOS TEXTOS

A apresentação dos textos deve estar em Microsoft Word, OpenOffice ou RTF, redigidos em tamanho A-4 vertical, fonte Calibri tamanho 12, justificado, espaçamento de 1,5 cm nas entrelinhas, margem superior de  4cm, inferior de 3 cm, esquerda de 3 cm e direita de 2cm, em formato .doc ou .docx.

TÍTULO - Redigido no idioma original do artigo e logo abaixo, em língua inglesa,  em caixa baixa, fonte tamanho 12, alinhado à esquerda e em negrito, com somente a primeira letra em maiúscula. Se houver subtítulo deve estar separado do título por dois pontos.

AUTORIA - Deve constar em arquivo suplementar submetido juntamente com o arquivo texto, contendo:  o título do trabalho em português e em inglês, nome(s) completo(s) do(s) autor(es), acompanhado(s) de breve curriculum vitae  contendo: titulação acadêmica, ocupação profissional e/ou acadêmica atual, vinculação institucional, endereço, e-mail, telefone .

RESUMOS - Devem ser apresentados no idioma original do artigo e em língua inglesa, redigidos em caixa baixa,  fonte tamanho 12, justificado, com espaçamento simples nas entrelinhas , sem reentrância de parágrafo. A palavra indicadora ( Resumo, Abstract e outras) deve ser destacada em negrito. Após os resumos devem ser indicadas quatro palavras-chaves.

SEÇÕES E SUBSEÇÕES - Títulos primários, secundários e terciários são redigidos em caixa baixa, alinhados à esquerda, sem atributos numéricos. Destaque tipográfico em negrito somente para os títulos primários.  O espaçamento entre título, sessões e nome do autor do texto deve ser com duplo enter, entre parágrafos não deve haver espaçamento. O recuo da primeira linha à esquerda para parágrafo deve ser de 1,25.

RECURSOS TIPOGRÁFICOS - itálico para as palavras estrangeiras;

                                                  - aspas duplas em citações diretas curtas (com até três linhas) e para dar ênfase a palavras a serem destacadas;

                                                  - negrito para os destaques de títulos das obras referenciadas ao final do texto. 

CITAÇÕES -  Citações são apresentadas no texto pelo sobrenome do autor ou pela instituição responsável pela obra, em letras maiúsculas e/ou minúsculas, conforme o tipo utilizado, acrescentando-se a data de publicação e a página de onde o trecho foi extraído (citações diretas). Nas citaçoes indiretas, a indicação de página é opcional porém, deve haver padrão no estilo utilizado para todo o texto. Quando as citações estiverem entre  parênteses devem ser apresentadas em letras maiúsculas.

        "Este sítio cerâmico foi localizado a 30 m da margem direita do Ribeirão Aroeiras."  (OLIVEIRA, 1975, p. 13).

          Para Oliveira (1975, p. 13), “este sítio cerâmico foi localizado a 30 m da margem direita do Ribeirão Aroeiras."

Citações diretas, com até três linhas são inseridas no texto entre aspas duplas, exatamente como consta do original.

          Sabemos, entretanto, que “[...] este sítio cerâmico foi localizado a 30 m da margem direita do Ribeirão Aroeiras.” (OLIVEIRA, 1975, p.13).

Citações diretas com mais de três linhas são destacadas do texto principal com recuo de 4 cm da margem esquerda, em fonte menor (tamanho onze), espaçamento simples nas entrelinhas, sem aspas. 

          A sequência das pesquisas possibilitará acertadamente, conclusões no tocante às interpretações quanto às correntes migratórias de antigas populações. (CHIMZ, 1975, p. 25).

NOTAS DE RODAPÉ – Devem ser exclusivamente informativas e explicativas, redigidas em fonte menor (tamanho 11).  São numeradas e apresentadas ao pé da página em que foi mencionada.

ILUSTRAÇÕES E TABELAS  - Inseridas no texto em formato .jpeg, .png ou .tiff, com resolução mínima de 300 dpi, centralizadas na página e   acompanhadas de suas respectivas designações (mapa, desenho, figura, imagem, gráfico, quadro entre outros), seguida do(s) título(s) e do número sequencial de apresentação no texto.. Deve ser redigida em  fonte menor (tamanho 11), com espaçamento simples nas entrelinhas.  A fonte de onde  foram extraídas devem ser indicadas, mesmo que seja produção do próprio autor.

REFERÊNCIAS – são apresentadas ao final do texto, ordenadas alfabeticamente pelo sobrenome do(s) autor(es), com alinhamento à esquerda e espaçamento simples nas entrelinhas, separadas entre si por uma linha em branco. Para os destaques tipográficos deve-se utilizar o negrito. A elaboração das referências segue o padrão ABNT NBR 6023/2018, conforme modelos que seguem abaixo:

Livros e monografias no todo

Formato: SOBRENOME do(s) autor(es). Título (negrito e separado por dois-pontos do subtítulo, se houver.  Número da edição (se indicado). Local: nome da editora, ano de publicação. 

        CAMPOS, Y. D. S. de. Proposições para o patrimônio cultural. 2. ed . Rio de Janeiro: Lumem Juris, 2015.

Livros e monografias disponíveis online: seguem o padrão anterior, acrescido do endereço eletrônico e data de acesso. Exemplo:

          CUDDY, Amy. O poder da presença. Rio de Janeiro: Sextante, 2016. Disponível em: https://mail.google.com/mail/u/0/#search/sistema+de+bibliotecas?projector=1. Acesso em: 26                maio 2019.

Parte/Capítulo de livro

Formato: SOBRENOME do(s) autor(es). Título da parte seguido da expressão “In:SOBRENOME do(s) autor(es) do livro. Título (negrito e separado por dois-pontos do subtítulo, se houver) Número da edição (se indicado). Local: Nome da editora, ano de publicação. página(s) da parte referenciada: 

          VELOSO, S. C. B. O metateatro da vida contemporânea. In: Performance da cultura: ensaios e diálogos. Goiânia: Kelps, 2015. p.  89-103.

Artigo/matéria em periódico (revista, boletim, etc.)

Formato: SOBRENOMEdo(s) autor(es). Título do artigo. Nome do periódico. Local, ano e/ou volume, número, páginas inicial e final do artigo, data. 

       BORGES, M. V. O fenômeno da diferenciação entre as falas feminina e masculina e línguas indígenas. Rev. do Museu Antropológico, Goiânia,  v.3/4, n. 1, p.  75-103, 1999/2000.

       VANZOLINI, M. As histórias dos outros. São Paulo, Rev. Antropologia, v.61, n.3, p.162-184, 2018. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/ra/article/view/152164. Acesso em: 21              mar.2019.

Trabalhos acadêmicos

       Formato: SOBRENOME do autor. Título: subtítulo (se houver), ano de depósito, tipo do trabalho (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso e outros), grau (especialização,            doutorado, entre outros) e curso entre parênteses, vinculação acadêmica, local e data de apresentação ou defesa, conforme folha de aprovação. 

       PEROTA, Celso. O sítio de Monsarás: evidências arqueológicas. 1979. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas,                             Universidade de São Paulo, 1979.

       ALBERT, Bruce. Temps du sang, temps des cendres: répresentation de la maladie, système rituel et espace politique chez les Yanomami du Sud (Amazonie Brésilienne). 1985. Tese        (Doutorado em Antropologia)- Université Paris X, Paris, Nanterre, 1985.

       WUST, I. Continuidade e mudança: para uma interpretação dos grupos ceramistas pré-coloniais da bacia do Rio Vermelho. 1990.  Tese (Doutorado em Antropologia) – Faculdade             de  Ciências Sociais, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1990.

Trabalho apresentado em evento

Formato: SOBRENOME do(s) autor(es). Título do trabalho apresentado seguido da expressão “In:” Nome do evento, numeração (se houver), ano, local (cidade) de realização. Título do documento (anais, atas, resumos, etc., em negrito), local de publicação: Nome da editora, data de publicação e página inicial e final da parte referenciada: 

       CANAS, A. T. A Revista Habitat e o Museu de Arte de São Paulo. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL REPRESENTAÇÕES DA CIDADE NO MUNDO LUSÓFONO E HISPÂNICO,1., 2013, Rio de          Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: FAU-UFRJ-PROARQ, 2013. p. 1-14.

Documentos jurídicos

Formato: JURISDIÇÃO OU ENTIDADE.  Epígrafe e ementa transcrita conforme publicada e demais dados da publicação. 

       BRASIL. Decreto n.° 1205, de 1 de agosto de 1994.  Aprova a estrutura regimental do Ministério do Meio Ambiente e da Amazônia Legal, e dá outras providências. Diário Oficial [da]        Republica Federativa do Brasil, Brasília, DF, v. 132, n. 146, p. 19, 2 ago. 1994. Seção 1, pt. 1.

 

 

Artigos de pesquisa

     A revista Hawò aceita para publicação, trabalhos originais sob a forma de artigos inéditos em português, espanhol, francês ou inglês, com até 11.000 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas. Todos os artigos devem vir acompanhados de resumo (no mesmo idioma do artigo e traduzido para o inglês - Abstract), com até 150 palavras, título em inglês e até cinco palavras-chave, na língua original do artigo e em inglês (Keywords).

Resenhas de livros

Resenhas bibliográficas deverão conter até 2.000 palavras (incluindo notas e as referências bibliográficas), com até três anos de publicação, para nacionais, e até cinco anos, para os internacionais. Devem apresentar: o título (português e inglês), a referência completa das obras analisadas. A decisão pela publicação da resenha é de responsabilidade da Comissão Editorial.

Traduções

 

Traduções deverão conter até 11.000 palavras. Casos excepcionais serão avaliados pela Comissão Editorial, de trabalhos relevantes para a Antropologia e áreas afins, conforme o perfil da revista e indisponíveis em língua portuguesa. Devem apresentar título e nome(s) do(s/as) autor(es/as), referências sobre a publicação original, texto original utilizado na tradução, autorização do(a) detentor(a) dos direitos autorais permitindo sua publicação em português. Os nomes dos tradutores não devem estar indicados na tradução, como garantia do anonimato da avaliação, mas serão publicados na revista;

 

 

Ensaio

Ensaios bibliográficos devem ser apresentados com até 4.400 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas);  acompanhados de resumo (na língua do artigo e em inglês) com até 150 palavras, título em inglês e até cinco palavras-chave, também traduzidas  para o inglês e na língua original do artigo;

Dossiês temáticos

Dossiês temáticos de comprovada relevância, conforme perfil editorial da revista, precedido de apresentação, contendo de 5 a 8 artigos. A proposta, organizada por editores convidados, deve conter as seguintes informações: título e apresentação editorial sobre a temática do dossiê, nome completo e filiação institucional dos organizadores, título e resumo dos artigos, contendo o nome completo e filiação institucional dos autores(s) do(s/as) autor(es/as), resumo do tema do dossiê, nomes  completos dos autores dos artigos, suas vinculações institucionais e países de residência. A apresentação dos artigos segue as mesmas orientações de formação para os textos. A aprovação de dossiês temáticos é de responsabilidade de Comissão Editorial.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.