Bactérias presentes em filhotes de guará (Eudocimus ruber), baía babitonga, estado de Santa Catarina, Brasil

  • Daniela Fink Universidade da Região de Joinville, Joinville, Santa Catarina, Brasil, dani.fink@gmail.com
  • Roseneide Campos Deglmann Universidade da Região de Joinville, Joinville, Santa Catarina, Brasil, roseneide.campos@gmail.com
  • Marta Jussara Cremer Universidade da Região de Joinville, Joinville, Santa Catarina, Brasil, mjc2209@yahoo.com.br

Resumo

Aves silvestres são importantes para a saúde pública devido ao seu potencial de transmissão de microrganismos patogênicos aos seres humanos. As aves aquáticas, como o guará (Eudocimus ruber), forrageiam e se reproduzem próximo de áreas antropizadas e estas, quando contaminadas, podem transmitir bactérias patogênicas às aves. O objetivo deste trabalho foi identificar o perfil de bactérias aeróbicas cloacais em filhotes de guará na colônia mista da Ilha Jarivatuba, em Joinville, Santa Catarina. Foram coletados swabs cloacais de filhotes de guará na estação reprodutiva de 2015/2016 (n=16) e 2016/2017 (n=34), todos de aves de aspecto clínico normal, e plaqueados em ágar sangue, MacConkey e Salmonella-Shigella em aerobiose. Foram isolados os seguintes microrganismos: Escherichia coli, Proteus vulgaris, Proteus spp., Klebsiella sp. Enterococcus spp. e Staphylococcus spp. A ocorrência de E. coli, Enterococcus spp. e P. vulgaris podem ser representantes da microbiota natural da espécie, uma informação desconhecida. Entretanto, a localização da colônia de aves aquáticas, na foz do rio Cachoeira, com o aporte de efluentes domésticos e industriais da cidade de Joinville sem tratamento adequado, pode indicar modificação dos perfis bacterianos. Torna-se evidente a necessidade de avançar com a sua tipificação fenotípica e genotípica dos isolados, para análises comparativas com estirpes presentes nos efluentes sanitários da região. Os resultados poderão contribuir para a conservação da espécie e outras aves aquáticas da área, permitindo a elaboração de projetos de conservação, gestão do ambiente costeiro e marinho, além de subsidiar medidas preventivas efetivas no combate as perdas de filhotes e potenciais epidemias zoonóticas.
Palavras-chave: Pelecaniformes; Guará; Filhotes; Bactérias

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Fink, Universidade da Região de Joinville, Joinville, Santa Catarina, Brasil, dani.fink@gmail.com
Roseneide Campos Deglmann, Universidade da Região de Joinville, Joinville, Santa Catarina, Brasil, roseneide.campos@gmail.com
Marta Jussara Cremer, Universidade da Região de Joinville, Joinville, Santa Catarina, Brasil, mjc2209@yahoo.com.br
Publicado
20-10-2018
Como Citar
Fink, D., Campos Deglmann, R., & Jussara Cremer, M. (2018). Bactérias presentes em filhotes de guará (Eudocimus ruber), baía babitonga, estado de Santa Catarina, Brasil. Ciência Animal Brasileira, 19, 1-11. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/e-51676
Seção
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS