Avaliação do uso da monensina sódica no perfil metabólico e hormonal em cabras leiteiras no periparto

  • Cleyber José Trindade de Fátima Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, cleybertrindade@gmail.com
  • Carla Lopes de Mendonça Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, carlalopes.mendonca@gmail.com
  • Adony Querubino de Andrade Neto Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, adony_neto@hotmail.com
  • Adalberto Freire do Nascimento Júnior Universidade de Pernambuco, Recife, Brasil, adalbertofreire2@gmail.com
  • Sergio Peres Ramos da Silva Universidade de Pernambuco, Recife, Brasil, sergperes@gmail.com
  • José Augusto Bastos Afonso Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, afonsojab@oi.com.br

Resumo

Objetivou-se estudar o perfil energético e hormonal em cabras leiteiras suplementadas com monensina sódica durante o periparto. Utilizou-se onze cabras Saanen gestantes subdivididas em dois grupos de forma aleatória; um grupo controle (GC) e o grupo monensina (GM); o GM recebeu na dieta 40 mg por animal/dia de monensina sódica. As coletas das amostras foram efetuadas nos períodos de -30, -15, e -7 dias do parto, no dia do parto, +5, +15 e +30 dias do parto. As variáveis bioquímicas e hormonais analisadas foram: colesterol, triglicerídeos, glicose, frutosamina, ácidos graxos não esterificados (AGNE) e ?-hidroxibutirato (BHB), cortisol e insulina. Também foram mensurados no fluido ruminal o pH, o teor de cloretos e os ácidos graxos voláteis. A análise estatística dos dados foi realizada pelo método da ANOVA (p < 0,05) e foi realizado estudo de correlação de Pearson. No momento do parto, o GM apresentou em relação ao GC índices mais baixos de AGNEs e menor relação acético/propiônico (p < 0,05). Em relação aos triglicerídeos, o GM apresentou valores superiores ao GC (p < 0,008) ao longo do experimento. A administração de monensina gerou benefícios nos parâmetros energéticos, melhorando o status metabólico de cabras leiteiras no periparto.
Palavras Chave: Ácidos graxos voláteis; Ionóforos;  Perfil energético;  Perfil hormonal; Lactação

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleyber José Trindade de Fátima, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, cleybertrindade@gmail.com
Carla Lopes de Mendonça, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, carlalopes.mendonca@gmail.com
Adony Querubino de Andrade Neto, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, adony_neto@hotmail.com
Adalberto Freire do Nascimento Júnior, Universidade de Pernambuco, Recife, Brasil, adalbertofreire2@gmail.com
Sergio Peres Ramos da Silva, Universidade de Pernambuco, Recife, Brasil, sergperes@gmail.com
José Augusto Bastos Afonso, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, afonsojab@oi.com.br
Publicado
20-10-2018
Como Citar
José Trindade de Fátima, C., Lopes de Mendonça, C., Querubino de Andrade Neto, A., Freire do Nascimento Júnior, A., Peres Ramos da Silva, S., & Bastos Afonso, J. A. (2018). Avaliação do uso da monensina sódica no perfil metabólico e hormonal em cabras leiteiras no periparto. Ciência Animal Brasileira, 19, 1-13. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/e-51453
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA