Conformidade de leite cru refrigerado de unidades de produção familiares do sul do Espírito Santo

  • Leticia Ricieri Bastos Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, lerbastos@hotmail.com
  • Thallis Abdalla de Oliveira Prata Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, thallis_abdalla@hotmail.com
  • Fabrizio Raggi Abdallah Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, Alegre, Espírito Santo, Brasil, amirabdallah2006@hotmail.com
  • Bevaldo Martins Pacheco Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, Alegre, Espírito Santo, Brasil, bevaldo@incaper.es.gov.br
  • Patricia Campos Bernardes Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, paticbernardes@gmail.com
  • Joel Camilo Souza Carneiro Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, carneirojoel@hotmail.com

Resumo

A pecuária de leite é uma atividade importante no Brasil e no Espírito Santo, sendo as pequenas propriedades responsáveis por 80% da produção estadual. Mesmo com essa importância econômica para o estado, dados a respeito da qualidade do leite produzido e das condições higiênico-sanitárias de produção, ainda são escassos. Objetivou-se avaliar a qualidade do leite produzido em unidades de produção familiares, no sul do Espírito Santo, para verificar o atendimento aos padrões legais. Foram realizadas três coletas em 29 tanques comunitários totalizando 87 amostras. Realizaram-se análises de contagem padrão em placa (CPP), contagem de bactérias psicrotróficas (CBP), contagem de células somáticas (CCS), acidez titulável, densidade, gordura, extrato seco total (EST), extrato seco desengordurado (ESD), pesquisa de resíduos de antibióticos (?-lactâmicos e tetraciclina) e presença de cádmio e chumbo. Das 87 amostras, 66% apresentaram valores fora do padrão para CPP e 38% para CCS. Quanto às análises físico-químicas, 85% das amostras apresentaram resultados fora do padrão para ESD, 10,3% para densidade e 2,3% para acidez titulável. Todas as amostras atenderam a legislação quanto a presença de resíduos de antibióticos, teores de cádmio e chumbo. Dessa forma, esses resultados indicam falhas em uma ou mais etapas da cadeia de obtenção e armazenamento do leite cru. 
Palavras-chave: Qualidade do leite; Tanques de expansão comunitários; Pequenos produtores de leite

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leticia Ricieri Bastos, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, lerbastos@hotmail.com
Thallis Abdalla de Oliveira Prata, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, thallis_abdalla@hotmail.com
Fabrizio Raggi Abdallah, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, Alegre, Espírito Santo, Brasil, amirabdallah2006@hotmail.com
Bevaldo Martins Pacheco, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, Alegre, Espírito Santo, Brasil, bevaldo@incaper.es.gov.br
Patricia Campos Bernardes, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, paticbernardes@gmail.com
Joel Camilo Souza Carneiro, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, Espírito Santo, Brasil, carneirojoel@hotmail.com
Publicado
02-08-2018
Como Citar
Ricieri Bastos, L., Abdalla de Oliveira Prata, T., Raggi Abdallah, F., Martins Pacheco, B., Campos Bernardes, P., & Camilo Souza Carneiro, J. (2018). Conformidade de leite cru refrigerado de unidades de produção familiares do sul do Espírito Santo. Ciência Animal Brasileira, 19, 1-13. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/e-51393
Seção
CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS