Qualidade espermática durante a curva de resfriamento do sêmen suíno diluído em água de coco em pó visando sua criopreservação

  • Daianny Barboza Guimarães Universidade Estadual do Ceará, Faculdade de Veterinária, Fortaleza, Ceará, Brasil, daiannybg@yahoo.com.br
  • Tatyane Bandeira Barros Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Instituto de Ciências Exatas e da Natureza, Redenção, Ceará, Brasil, tatybiobandeira@yahoo.com.br
  • Ludymila Furtado Cantanhêde Universidade Estadual do Ceará, Faculdade de Veterinária, Fortaleza, Ceará, Brasil, lud_furtado@hotmail.com
  • Jean Magloire Nguekam Feugang Universidade Estadual do Mississipi, Starkville, Mississippi, Estados Unidos, jn181@ads.msstate.edu
  • Leonardo Peres de Souza Universidade Federal do Piauí, Parnaíba, Piauí, Brasil, souza_l_p@yahoo.com.br
  • Ricardo Toniolli Universidade Estadual do Ceará, Faculdade de Veterinária, Departamento de Medicina Veterinária, Fortaleza, Ceará, Brasil, ricardo.toniolli@uece.br
Palavras-chave: Sêmen suíno, Diluente alternative, Congelação, Viabilidade espermática

Resumo

A criopreservação seminal apresenta baixos resultados produtivos. Objetivou-se testar a Água de Coco em Pó (ACP-103®) como diluente de ressuspensão após a descongelação seminal e avaliar a qualidade espermática durante a curva de resfriamento até a descongelação do sêmen. Para isso, o sêmen de 15 reprodutores foi coletado uma vez por semana, incubado a 30 oC por 15 minutos, e em seguida diluído em Beltsville Thawing Solution – BTS (controle) ou em ACP-103®, e submetidos a uma curva de resfriamento lenta, onde foram feitas análises de vigor e motilidade em cada passo. O sêmen descongelado foi ressuspenso em seus respectivos diluentes e analisado quanto às características: vigor, motilidade, vitalidade, integridade acrossomal e funcionalidade da membrana. Durante as análises de vigor e motilidade que compõem a curva de resfriamento, e na descongelação, para as análises de vitalidade e membrana acrossomal intacta, observou-se que não houve diferença significativa entre os tratamentos. Já após a descongelação, o BTS apresentou melhores resultados de vigor, motilidade espermática e funcionalidade da membrana. No entanto, a curva de resfriamento e o ACP-103® podem ser utilizadas no protocolo de criopreservação do sêmen suíno, visto que ambas asseguraram qualidade da viabilidade espermática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daianny Barboza Guimarães, Universidade Estadual do Ceará, Faculdade de Veterinária, Fortaleza, Ceará, Brasil, daiannybg@yahoo.com.br
Tatyane Bandeira Barros, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Instituto de Ciências Exatas e da Natureza, Redenção, Ceará, Brasil, tatybiobandeira@yahoo.com.br
Ludymila Furtado Cantanhêde, Universidade Estadual do Ceará, Faculdade de Veterinária, Fortaleza, Ceará, Brasil, lud_furtado@hotmail.com
Leonardo Peres de Souza, Universidade Federal do Piauí, Parnaíba, Piauí, Brasil, souza_l_p@yahoo.com.br
Ricardo Toniolli, Universidade Estadual do Ceará, Faculdade de Veterinária, Departamento de Medicina Veterinária, Fortaleza, Ceará, Brasil, ricardo.toniolli@uece.br
Publicado
28-01-2018
Como Citar
Barboza Guimarães, D., Bandeira Barros, T., Furtado Cantanhêde, L., Nguekam Feugang, J. M., Peres de Souza, L., & Toniolli, R. (2018). Qualidade espermática durante a curva de resfriamento do sêmen suíno diluído em água de coco em pó visando sua criopreservação. Ciência Animal Brasileira, 19, 1-16. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/e-38250
Seção
ZOOTECNIA