Endoparasitos nas aves da reserva biológica Guaribas, Paraíba, Brasil

  • Camile Lugarini Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, camile.lugarini@icmbio.gov.br http://orcid.org/0000-0001-7589-7113
  • Maria Clara Feitosa de Albuquerque Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, mariaclara.feitosa@hotmail.com http://orcid.org/0000-0002-4358-0880
  • Ralph Eric Thijl Vanstreels Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, São Paulo, Brasil, ralph_vanstreels@yahoo.com.br
  • Andrei Langeloh Roos Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Reserva Extrativista Marinha do Pirajubaé, Florianópolis, Santa catarina, Brasil, andrei.icmbio@gmail.com http://orcid.org/0000-0001-7172-7328
  • Jean Carlos Ramos Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, jean@triade.org.br
  • Jaqueline Bianque de Oliveira Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, bianque01@yahoo.com.br

Resumo

Este artigo descreve os achados de endoparasitos em aves da Reserva Biológica Guaribas, no estado da Paraíba, Nordeste do Brasil. Foram capturadas 151 aves por meio de rede de neblina em dez expedições de campo entre julho de 2010 a junho de 2011, efetuando-se a colheita de sangue e excreta para a realização do estudo de endoparasitos. Foram analisadas 131 amostras de sangue e 48 amostras de fezes. Nas amostras de sangue foi detectado apenas Haemoproteus columbae em três Columbiformes (2.29%) da espécie Columbina talpacoti. Ovos de nematódeos e oocistos de protozoários foram detectados em 6,25% das amostras de fezes: Spirurida (Nematoda) em Lanio cristatus (Thraupidae); Strongyloides sp. (Nematoda) em ,Momotus momota (Momotidae) e Isospora sp. (Protozoa, Eimeriidae) em Neopelma pallescens(Pipridae). Poucas informações sobre o parasitismo nos fragmentos da Mata Atlântica do Nordeste estão disponíveis e o seu conhecimento pode auxiliar a compreensão da interação parasite-hospedeiro.
Palavras-chave: hemoparasitos; parasitos gastrintestinais; unidade de conservação

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camile Lugarini, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, camile.lugarini@icmbio.gov.br
Maria Clara Feitosa de Albuquerque, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, mariaclara.feitosa@hotmail.com
Ralph Eric Thijl Vanstreels, Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, São Paulo, Brasil, ralph_vanstreels@yahoo.com.br
Andrei Langeloh Roos, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Reserva Extrativista Marinha do Pirajubaé, Florianópolis, Santa catarina, Brasil, andrei.icmbio@gmail.com
Jean Carlos Ramos Silva, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, jean@triade.org.br
Jaqueline Bianque de Oliveira, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil, bianque01@yahoo.com.br
Publicado
10-04-2018
Como Citar
Lugarini, C., Feitosa de Albuquerque, M. C., Eric Thijl Vanstreels, R., Langeloh Roos, A., Ramos Silva, J. C., & Bianque de Oliveira, J. (2018). Endoparasitos nas aves da reserva biológica Guaribas, Paraíba, Brasil. Ciência Animal Brasileira, 19, 1-8. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/e-30480
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA