ECTOFAUNA PARASITÁRIA DE CÃES URBANOS DOMICILIADOS ATENDIDOS EM CLÍNICAS VETERINÁRIAS PARTICULARES NA CIDADE DE LAVRAS, MG

  • Antonio Marcos Guimarães UFLA
  • Bruno Sivieri Lima Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  • Christiane Maria B. M. Rocha Universidade Federal de Lavras (UFLA)
Palavras-chave: Cães, Ctenocephalides, Rhipicephalus sanguineus, Dermatobia hominis

Resumo

O objetivo deste estudo foi determinar a frequência de ectoparasitos em cães urbanos domiciliados atendidos em nove clínicas veterinárias particulares do município de Lavras, MG. Espécimes de ectoparasitos, visíveis e palpáveis, foram coletados manualmente em 67 cães, durante o período de setembro de 2004 a maio de 2005. Posteriormente, foram acondicionados em frascos contendo etanol 70o GL e identificados sob microscópio estereoscópio. No caso de ácaros causadores de sarna, efetuou-se a análise dos resultados de 155 raspados cutâneos obtidos de igual número de cães com suspeita clínica de dermatose parasitária, encaminhados para diagnóstico no Laboratório de Doenças Parasitárias da Universidade Federal de Lavras (UFLA), durante o período de setembro de 2002 a julho de 2007. Foi registrado um total de 540 ectoparasitos, sendo identificadas quatro espécies: Rhipicephalus sanguineus (60%), Ctenocephalides canis e C. felis (ambas com 36%) e larva de Dermatobia hominis (4%).  Nos raspados cutâneos, verificou-se positividade em 12,9% (20/155), dos quais 80% apresentavam Demodex canis (16/20) e 20%, Sarcoptes scabiei var. canis (4/20). Após a identificação de ectoparasitos, foi montado um banco de dados com as fichas clínicas dos cães, analisado pelo programa SPSS 12.0. Pode-se concluir que as espécies de ectoparasitos predominantes em cães atendidos em clínicas veterinárias particulares do município de Lavras, MG foram Ctenocephalides canis e C. felis (Siphonaptera: Pulicidae), R. sanguineus (Acari: Ixodidae) e Demodex canis (Acari: Demodecidae), que teve um predomínio significativo (p<0,05) em raspados cutâneos de animais jovens suspeitos de demodicose canina.

PALAVRAS-CHAVES: Cães, ectoparasitos, Rhipicephalus sanguineus, Ctenocephalides, Demodex canis, Sarcoptes scabiei, larva de Dermatobia hominis.
?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Marcos Guimarães, UFLA
Professor Associado de Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos da Universidade Federal de Lavras (UFLA).
Bruno Sivieri Lima, Universidade Federal de Lavras (UFLA)
Médico Veterinário formado pela UFLA e atualmente trabalhando como promotor de vendas do laboratório Vansil.
Christiane Maria B. M. Rocha, Universidade Federal de Lavras (UFLA)
Professora Adjunta de Epidemiologia Veterinária da UFLA.
Publicado
31-03-2011
Como Citar
Guimarães, A. M., Lima, B. S., & Rocha, C. M. B. M. (2011). ECTOFAUNA PARASITÁRIA DE CÃES URBANOS DOMICILIADOS ATENDIDOS EM CLÍNICAS VETERINÁRIAS PARTICULARES NA CIDADE DE LAVRAS, MG. Ciência Animal Brasileira, 12(1), 172 - 177. https://doi.org/10.5216/cab.v12i1.8485
Seção
Medicina Veterinária