DESFOLHAÇÃO DE PERFILHOS EM PASTO DE CAPIM-BRAQUIÁRIA SOB LOTAÇÃO CONTÍNUA

  • Manoel Eduardo R. Santos UFU
  • Dilermando Miranda da Fonseca Universidade Federal de Viçosa
  • Virgilio Mesquita Gomes Universidade Federal de Viçosa
  • Marina R. Sant’Anna e Castro Universidade Federal de Viçosa
  • Victor Valério de Carvalho Universidade Federal de Viçosa
Palavras-chave: Brachiaria decumbens, composição morfológica, número de perfilho, pastejo, variabilidade espacial da vegetação

Resumo

Este trabalho foi desenvolvido para avaliar o número de perfilhos com níveis de desfolhação variáveis e suas características no pasto de Brachiaria decumbens cv. Basilisk. Os tratamentos foram locais do pasto (subpastejado, com pastejo adequado e sobrepastejado) e categorias de perfilhos (sem desfolhação, com desfolhação e sem o meristema apical). O delineamento foi em blocos ao acaso com três repetições. O pasto de B. decumbens foi manejado sob lotação contínua com bovinos, mantendo-se a altura média do pasto em 25 cm. O número de perfilhos com desfolhação foi maior (1.333 perfilhos/m²) no local sobrepastejado em comparação aos locais com pastejo adequado e subpastejado. Padrão de resposta inverso foi observado para os perfilhos sem desfolhação. Já o número de perfilhos sem o meristema apical foi maior no local com pastejo adequado (395 perfilhos/m²). O perfilho sem desfolhação apresentou menor comprimento do pseudocolmo (10,3 cm) e menor número de folha morta (0,22) quando comparado às demais categorias. O comprimento da lâmina foliar não diferiu entre as categorias de perfilhos avaliadas. O número de folhas pastejada foi menor no perfilho sem o meristema apical em relação aos perfilhos com e sem desfolhação. Observou-se menor área foliar nos perfilhos que tiveram o meristema apical removido. O perfilho sem o meristema apical apresentou menor percentual de lâmina foliar viva (LFV), maiores percentuais de colmo vivo (CV) e lâmina foliar morta, bem como inferior relação LFV/CV e peso em relação aos perfilhos sem e com desfolhação. Estes últimos não diferiram entre si quanto à composição morfológica. Existe variabilidade espacial da vegetação e diversidade de perfilhos com níveis variáveis de desfolhação em pasto de B. decumbens cv. Basilisk sob lotação contínua.

PALAVRAS-CHAVES: Brachiaria decumbens; composição morfológica; número de perfilho; pastejo; variabilidade espacial da vegetação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manoel Eduardo R. Santos, UFU
Professor de Forragicultura e Pastagens
Dilermando Miranda da Fonseca, Universidade Federal de Viçosa

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil, CEP 36570000.

Área de atuação: Forragicultura e pastagens

Virgilio Mesquita Gomes, Universidade Federal de Viçosa

Doutorando do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil, CEP 36570000.

Área de atuação: Forragicultura e pastagens

Marina R. Sant’Anna e Castro, Universidade Federal de Viçosa

Graduanda do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil, CEP 36570000.

Área de atuação: Forragicultura e Pastagens

Victor Valério de Carvalho, Universidade Federal de Viçosa

Graduando do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil, CEP 36570000.

Área de atuação: Forragicultura e Pastagem

Publicado
24-06-2011
Como Citar
Santos, M. E. R., da Fonseca, D. M., Gomes, V. M., Sant’Anna e Castro, M. R., & de Carvalho, V. V. (2011). DESFOLHAÇÃO DE PERFILHOS EM PASTO DE CAPIM-BRAQUIÁRIA SOB LOTAÇÃO CONTÍNUA. Ciência Animal Brasileira, 12(2), 241-249. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/7541
Seção
Produção Animal