FATORES RELACIONADOS AO RENDIMENTO DE CARCAÇA DE NOVILHOS OU NOVILHAS SUPERJOVENS, TERMINADOS EM PASTAGEM CULTIVADA

Autores

  • Fabiano Nunes Vaz Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • João Restle Universidade Federal de Goiás
  • Miguelangelo Ziegler Arboitte
  • Leonir Luiz Pascoal
  • Cristian Faturi
  • Guilherme Joner

Palavras-chave:

Braford, couro, órgãos, rúmen, sexo

Resumo

Este trabalho teve como objetivo estudar os fatores corporais envolvidos na variação do rendimento de carcaça em machos castrados ou fêmeas não prenhes, abatidos aos quatorze meses de idade. Os animais foram terminados com suplementação energética sobre pastagem cultivada. Utilizaram-se doze animais de cada sexo, mestiços Nelore (3/8) x Hereford (5/8), contemporâneos do mesmo rebanho. Os pesos de fazenda, de frigorífico e de carcaça quente foram superiores nos machos, sendo de 365,8; 350,4 e 203,4 kg, respectivamente, enquanto as fêmeas apresentaram 310,3; 294,5; e 168,6 kg, citados na mesma ordem. Bovinos machos também apresentaram maiores rendimentos de carcaça quente em relação ao peso de fazenda (55,6 vs 54,4%) e em relação ao peso de frigorífico (58,1 vs 57,2%) do que as fêmeas. O menor rendimento de carcaça das fêmeas deveu-se ao maior percentual de couro (9,03 vs 7,96%), gordura inguinal, junto ao úbere das fêmeas ou à capadura dos machos (1,02 vs 0,67%), trato digestivo cheio (19,35% vs 16,84%), rúmen mais retículo vazios (2,34 vs 1,91%) e intestino vazio (2,54% vs 2,11%). Não houve diferença significativa entre sexos nos percentuais de coração, fígado, pulmões, rins e baço, sendo, respectivamente, 0,40%, 0,93%, 1,01%, 0,22% e 0,35% nos machos e 0,41%, 0,98%, 1,02%, 0,22% e 0,30% nas fêmeas, citados na mesma ordem.

PALAVRAS-CHAVES: Braford, couro, órgãos, rúmen, sexo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-04-2010

Como Citar

Vaz, F. N., Restle, J., Arboitte, M. Z., Pascoal, L. L., Faturi, C., & Joner, G. (2010). FATORES RELACIONADOS AO RENDIMENTO DE CARCAÇA DE NOVILHOS OU NOVILHAS SUPERJOVENS, TERMINADOS EM PASTAGEM CULTIVADA. Ciência Animal Brasileira, 11(1), 53–61. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/6747

Edição

Seção

Produção Animal