Mês do parto e sexo do bezerro na produção e eficiência dos rebanhos

Resumo

O período do parto influencia a produtividade e a eficiência reprodutiva dos rebanhos. O objetivo deste estudo foi avaliar dois meses de parto (outubro e novembro) e seus efeitos sobre a eficiência de um rebanho de cria por três anos consecutivos. Foram realizadas 298 avaliações de vacas Braford aos três, quatro e cinco anos de idade, com seus bezerros desmamados aos 148 dias de idade. As características de desempenho dos pares vaca / bezerro foram avaliadas com o mês e o sexo do bezerro como variáveis independentes. Os animais foram mantidos em um único grupo nos três anos de observação. As vacas que pariram em novembro foram mais pesadas e tiveram maior escore de condição corporal no parto. As vacas que pariram em outubro foram mais pesadas e produziram bezerros mais pesados no desmame. Os bezerros machos foram mais pesados ao nascer e ao desmame do que as fêmeas (30,8 vs 28,6 kg e 118,9 vs 114,7 kg, respectivamente). A taxa de prenhez foi de 82,35 e 69,23% para as vacas que pariram em outubro e novembro, respectivamente. Os intervalos de partos foram mais curtos nas vacas paridas em novembro. As vacas que pariram em outubro foram mais eficientes quando comparadas com as que pariram em novembro, com maior taxa de fertilidade real. A produção de quilogramas do par bezerro / vaca foi maior em vacas que pariram em outubro.
Palavras-chave: bovino; desempenho reprodutivo; fertilidade real; produção de leite; produtividade

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
25-09-2020
Como Citar
Vaz, R. Z., Lobato, josé F. P., Restle, J., Costa, P. T., Eloy, L. R., Ferreira, O. G. L., & Costa, J. L. B. (2020). Mês do parto e sexo do bezerro na produção e eficiência dos rebanhos. Ciência Animal Brasileira, 21(1). Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/61977
Seção
ZOOTECNIA