Dietas para reprodutores de Macrobrachium acanthurus: avaliação espermática

  • Tiago Viana da Costa Universidade Federal do Amazonas
  • Laura Suzana López-Greco Universidad de Buenos Aires, Departamento de Biodiversidad y Biología Experimental, FCEN e IBBEA, CONICET-UBA, http://orcid.org/0000-0003-2921-497X
  • Lidia Miyako Yoshii Oshiro Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Estação de Biologia Marinha. Rua Sereder, s/n, Itacuruçá, Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. 23860-020. http://orcid.org/0000-0002-9700-9866
  • Emanuela Paula Melo Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Estação de Biologia Marinha. Rua Sereder, s/n, Itacuruçá, Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. 23860-020. http://orcid.org/0000-0003-0819-3233
  • Helaine dos Reis Flor Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro http://orcid.org/0000-0003-1824-6212

Resumo

A aplicação de biotecnologias na reprodução animal tem possibilitado produzir formas jovens em quantidade e qualidade. O aumento da quantidade de gametas viáveis produzidos pelos reprodutores, mediante uma dieta ideal, entre outros fatores, pode garantir uma maior produção. Assim, o objetivo deste trabalho foi determinar o efeito de três dietas quanto à sobrevivência espermática de Macrobrachium acanthurus. Para tanto, 24 machos de M. acanthurus foram utilizados, sendo distribuídos ao acaso e de forma igual entre os tratamentos. As dietas foram compostas por 100% de alimento fresco (músculo de peixe e lula - 14% de proteína), 100% de alimento seco (ração comercial - 50% de proteína) e uma mescla dessas dietas contendo 30% de proteína. Os espermatóforos foram extraídos por eletroestimulação a cada 15 dias, sendo o controle aqueles obtidos diretamente da natureza. Não houve diferença significativa entre as dietas quando comparado os pesos dos camarões e dos espermatóforos. A alimentação 100% fresca proporcionou o melhor desempenho para a sobrevivência espermática.
Palavras-chave: Caridae; camarão canela; nutrição; esperma

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Viana da Costa, Universidade Federal do Amazonas

possui graduação em Zootecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2002) , especialização em Planejamento e Gerenciamento de Águas pela Universidade Federal do Amazonas (2006) e mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2006) . Atualmente é Professor assistente da Universidade Federal do Amazonas, Discente Doutorado da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Revisor de periódico da Journal of Agricultural Science and Review. Tem experiência na área de Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca , com ênfase em Aqüicultura. Atuando principalmente nos seguintes temas: CONSERVAÇÃO, Reprodução, camarão de água doce.

Publicado
09-09-2020
Como Citar
Costa, T. V. da, López-Greco, L. S., Yoshii Oshiro, L. M., Melo, E. P., & Flor, H. dos R. (2020). Dietas para reprodutores de Macrobrachium acanthurus: avaliação espermática. Ciência Animal Brasileira, 21(1). Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/60022
Seção
RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA