Composição bromatológica em silagens de soja com inoculante e melaço

Resumo

Avaliou-se a composição bromatológica de silagens de soja sem aditivos (controle), com inoculante microbiano (I), com I + melaço (I+M) e com melaço (M). As plantas de soja foram colhidas no estádio R6 de desenvolvimento e ensiladas em silos laboratoriais de PVC, com capacidade de 2 kg. O inoculante utilizado foi o SIL ALL C4 da Alltech do Brasil associado ou não com 2,5% de melaço, na base da matéria seca. Utilizou-se um esquema fatorial 4 × 6 (4 aditivos × 6 períodos de fermentação) em um delineamento completamente casualizado com 3 repetições. Os períodos de fermentação avaliados foram: 1, 3, 7, 14, 28, e 56 dias. Excluindo os teores de matéria seca e de proteína bruta foi observado efeito (P<0,05) da interação aditivos e período de fermentação sobre as silagens. Observou-se maiores valores médios de matéria seca, de 290,02 g kg-1, e de proteína bruta, de 151,28 g kg-1, para as silagens I+M e M, respectivamente. Foi observado menores valores (P<0,05) de NIDN e de NIDA nas silagens I+M, de 180,47 and 125,07 g kg-1, respectivamente. A adição de inoculante associada ou não ao melaço altera a composição bromatológica de silagens de soja.
Palavras-chaves: aditivo, bactéria ácido lática, pH, valor nutritivo

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
06-08-2020
Como Citar
Rosa, L. O., Pereira, O. G., Ribeiro, K. G., Valadares Filho, S. de C., & Cecon, P. R. (2020). Composição bromatológica em silagens de soja com inoculante e melaço. Ciência Animal Brasileira, 21(1). Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/58211
Seção
ZOOTECNIA