Extratos de páprica e/ou marigold melhora produtividade e cor de gema em codornas de postura

Resumo

Este estudo foi conduzido para avaliar os efeitos dos extratos de páprica e marigold sobre a produtividade de codornas Japonesas, qualidade e análise sensorial dos ovos. Codornas Japonesas foram alocadas em delineamento completamente ao acaso e arranjo fatorial 2 × 2 + 1, e quatro repetições. As dietas foram formuladas baseadas em: 1) milho (controle) e 2) sorgo (S) sem pigmentos, 3) S + 0,06% de extrato de páprica (EP), 4) S + 0,01% de extrato de marigold (EM) e 5) S + 0,06% EP + 0,01% EM. Não houve efeito da interação controle e fatorial sobre consumo de ração, taxa de postura ou massa de ovo; entretanto, a conversão alimentar foi menor entre codornas alimentadas com dietas contendo ambos os extratos. A inclusão de EP e EM nas dietas melhorou a conversão alimentar e a cor de gema; a inclusão de EP reduziu o consumo de ração e o peso específico dos ovos. Comparado com o controle, os tratamentos baseados em sorgo ou sorgo + EP levaram à diferença no sabor do ovo e na cor da gema na análise sensorial. Concluiu-se que os extratos de páprica e marigold poderiam ser incluídos em dietas para codornas por melhorar a conversão alimentar e a cor de gema.
Palavras chave: aditivos alimentares, alimentação de aves, pigmentação de gema

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-03-2020
Como Citar
Oliveira, H. C., Oliveira, M. C., Arantes, U. M., & Argyri, E. T. A. de. (2020). Extratos de páprica e/ou marigold melhora produtividade e cor de gema em codornas de postura. Ciência Animal Brasileira, 21(1). Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/53048
Seção
ZOOTECNIA