CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICA E PERFIL DE SENSIBILIDADE AOS ANTIMICROBIANOS DE AGENTES BACTERIANOS ISOLADOS DE MASTITE SUBCLÍNICA OVINA NA REGIÃO OESTE DE SANTA CATARINA

Autores

  • Guilherme Drescher
  • Samara Paula Mattiello
  • Rodolfo Moraes Peixoto
  • Agueda Castagna Vargas
  • Marlon Nadal Maciel
  • Mateus Matiuzzi Costa Universidade Federal do Vale do São Francisco

Palavras-chave:

mastite, microrganismos, resistência antimicrobiana, teste Whiteside

Resumo

A mastite é uma enfermidade que acomete principalmente animais com aptidão leiteira, ocasionando uma série de prejuízos aos produtores de ovinos de leite e corte. Objetivou-se avaliar o perfil de sensibilidade aos antimicrobianos dos principais agentes causadores de mastite em ovelhas. Foram analisadas 163 amostras de leite, sendo utilizado o teste Whiteside Modificado (WSM), além do cultivo das amostras em ágar sangue ovino 5% (AS). Das 163 amostras analisadas, observou-se que 23,31% e 14,72% foram positivas e fortemente positivas, respectivamente, no teste WSM. Os principais agentes isolados foram Staphylococcus spp. (31,39%), Acinetobacter spp. (10,50%), Enterobacter aerogenes (10,50%), Escherichia coli (8,20%) e Aeromonas spp. (6,70%). O perfil de sensibilidade aos antimicrobianos apresentou grande variação, com a novobiocina demonstrando o menor percentual de sensibilidade (10,46%). A maior taxa de susceptibilidade foi observada para a associação de lincomicina com estreptomicina (86,02%). Neste estudo, observou-se que os Staphylococcus spp. são os agentes comumente envolvidos nos casos de mastite subclínica em ovelhas. A associação entre lincomicina e estreptomicina e josamicina e trimetoprim constituiu as drogas mais eficientes nos testes de sensibilidade in vitro contra os agentes da mastite ovina.

PALAVRAS-CHAVES: Mastite, microrganismos, resistência antimicrobiana, teste Whiteside.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-04-2010

Como Citar

Drescher, G., Mattiello, S. P., Peixoto, R. M., Vargas, A. C., Maciel, M. N., & Costa, M. M. (2010). CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICA E PERFIL DE SENSIBILIDADE AOS ANTIMICROBIANOS DE AGENTES BACTERIANOS ISOLADOS DE MASTITE SUBCLÍNICA OVINA NA REGIÃO OESTE DE SANTA CATARINA. Ciência Animal Brasileira, 11(1), 188–193. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/5189

Edição

Seção

Medicina Veterinária