ENERGIA METABOLIZÁVEL DOS FARELOS DE ARROZ, ALGODÃO E TRIGO PARA FRANGOS DE CRESCIMENTO LENTO EM DUAS IDADES

Resumo

O objetivo nesta pesquisa foi determinar a composição bromatológica e os valores de energia metabolizável para frangos de corte de crescimento lento em diferentes idades dos ingredientes: farelo de algodão, farelo de arroz e farelo de trigo. Para determinação dos valores energéticos foi utilizado o método de coleta total de excretas em dois ensaios de digestibilidade de 15 a 25 e de 35 a 45 dias de idade. As aves foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, avaliando o efeito da idade, com seis repetições constituídas de 10 aves, para cada ingrediente. Os valores de energia metabolizável aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio (kcal/kg), para primeira e segunda idade respectivamente, foram: farelo de algodão, 1.255 e 1.564; farelo de arroz, 3.124 e 3.301; farelo de trigo, 2.211 e 2.383. Os alimentos apresentaram variação quanto a composição química, bem como o valor energético foi superior (P<0,05) para os frangos de maior idade.
Palavras-chave: coleta total de excretas; composição química de alimentos; frango caipira; valor energético

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
29-08-2019
Como Citar
Sousa, F. D. de R., Gomes, A. V. da C., Lima, C. A. R. de, Barroso Corrêa, D. C., & Reis, T. L. (2019). ENERGIA METABOLIZÁVEL DOS FARELOS DE ARROZ, ALGODÃO E TRIGO PARA FRANGOS DE CRESCIMENTO LENTO EM DUAS IDADES. Ciência Animal Brasileira, 20(1), 1-10. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/46357
Seção
ZOOTECNIA