ENROFLOXACINO DE RÁPIDA AÇÃO EM ASSOCIAÇÃO A FLUIDOTERAPIA ENDOVENOSA E ORAL NO TRATAMENTO DE DIARREIA NEONATAL BOVINA

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação do enrofloxacino de rápida ação e sua associação com outros tratamentos como, suporte por via oral ou endovenosa em bezerras leiteiras com diarreia. Foram utilizados 56 animais, divididos em grupos: Grupo SADIAS (n=5), Grupo Antibiótico (ATB; n=15), Grupo Antibiótico + Suporte Endovenoso (ATB+SE; n=9), Grupo Antibiótico + Suporte Oral (ATB+SO; n=16), Grupo Suporte Endovenoso (SE; n=11). Todos os animais foram acompanhados diariamente, até 42 dias de vida e, quando eram diagnosticados com diarreia, foram realizadas as avaliações clínicas e coletas de sangue nos momentos 0, 24, 72 e 120 horas para avaliações hematológicas e metabólicas, o desenvolvimento corporal era feito semanalmente. Todos os grupos que receberam o antibiótico tiveram melhora da consistência das fezes. O ATB+SO teve resultados positivos sobre os níveis de linfócitos, eosinófilos e cloretos. O ATB+SE apresentou valores mais elevados de proteínas totais e globulinas. No desenvolvimento corporal não houve diferença entre grupos. O enrofloxacino de rápida ação reverteu o quadro de diarreia e sua associação com a solução oral auxiliou na resposta clínica através de um melhor padrão leucocitário e de cloretos. Já a associação com tratamento endovenoso obteve melhor metabolismo protéico.
Palavras-chave: antibioticoterapia, bezerros, desidratação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
08-03-2019
Como Citar
da Silva, L. G., Cavazini, I., Feijó, J., Corrêa, M., Del Pino, F. A., & Rabassa, V. (2019). ENROFLOXACINO DE RÁPIDA AÇÃO EM ASSOCIAÇÃO A FLUIDOTERAPIA ENDOVENOSA E ORAL NO TRATAMENTO DE DIARREIA NEONATAL BOVINA. Ciência Animal Brasileira, 20(1), 1-10. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/46291
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA