CONSEQUÊNCIAS DO TRAUMA PÉLVICO EM CÃES

  • Bernardo Kemper UFRPE
  • Liudimila Passos Gonçalves UFRPE
  • Michelle Oliveira Vieira UFRPE
  • Marcella Luiz Figueiredo UFRPE
  • Maíra Santos Severo UFRPE
  • Eduardo Alberto Tudury UFRPE
Palavras-chave: Pelve, fratura, lesões concomitantes, cão

Resumo

As fraturas da pelve são comuns e têm recomendação de tratamento conservador ou cirúrgico podendo estar acompanhadas de lesões em estruturas vitais. Objetivou-se avaliar as consequências do trauma pélvico em cães e os resultados do tratamento. Foram utilizados 20 animais com fratura na pelve, nos quais a implantação de tratamento, cirúrgico ou conservador, baseou-se no tipo de fratura, extensão das lesões e disponibilidade de recursos. Em 85% dos animais houve fratura ilíaca, envolvendo estruturas bilaterais em 80%, sendo observados vários transtornos concomitantes como: lesões cutâneas; disquesia; fratura em membros ou de coluna; ruptura de reto, diafragmática ou vias urinárias; trauma crânio encefálico e óbito. Nos operados houve um retorno à deambulação, verificando-se recuperação total após noventa dias. Resultado que não se repetiu nos pacientes tratados conservativamente, sendo observada claudicação persistente, após 90 dias. A estabilização cirúrgica proporcionou redução evidente da dor após sete dias, elevando a qualidade de vida e reduzindo as necessidades de enfermagem, enquanto que 55% dos não operados vieram a óbito. Dois tiveram que ser operados para corrigir complicações consequentes da falta de correção anterior. Os resultados assinalam que em cães com trauma pélvico deve-se procurar primariamente a resolução cirúrgica e a presença de outras lesões orgânicas concomitantes incapacitantes ou com potencial de induzir ao óbito.

PALAVRAS-CHAVE: cão; fratura; lesões concomitantes; pelve.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bernardo Kemper, UFRPE
Departamento de Medician Veterianria Cirurgia de pequenos animais
Liudimila Passos Gonçalves, UFRPE
Aluna de graduação em medicina veterinária (UFRPE)
Michelle Oliveira Vieira, UFRPE
Aluna de graduação em medicina veterinária (UFRPE)
Marcella Luiz Figueiredo, UFRPE
MV, Aluna do PPGCV/UFRPE
Maíra Santos Severo, UFRPE
MV, Aluna do PPGCV/UFRPE
Eduardo Alberto Tudury, UFRPE
MV, Doutor, Professor Associado I, DMV/UFRPE, Rua Dom Manoel de Medeiros s/n, CEP: 52171-900, Recife, PE
Publicado
25-06-2011
Como Citar
Kemper, B., Gonçalves, L. P., Vieira, M. O., Figueiredo, M. L., Severo, M. S., & Tudury, E. A. (2011). CONSEQUÊNCIAS DO TRAUMA PÉLVICO EM CÃES. Ciência Animal Brasileira, 12(2), 311-321. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/4446
Seção
Medicina Veterinária