COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS DE COLORAÇÃO PARA ANÁLISE MORFOLÓGICA E ACROSSOMAL DE ESPERMATOZÓIDES DE GATO DOMÉSTICO (Felis catus).

Autores

  • Ana Izabel Silva Balbin Villaverde
  • Cely Marini Melo FMVZ/UNESP
  • José Eduardo Corrente IB/UNESP
  • Frederico Ozanam Papa FMVZ/UNESP
  • Maria Denise Lopes FMVZ/UNESP

Palavras-chave:

Sanidade Animal

Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar a eficiência do método de coloração Karras modificado (KA) para a análise da morfologia espermática no gato doméstico através da comparação com a coloração Fast Green FCF/Rosa Bengala (FR), previamente utilizada para esta espécie. Utilizaram-se quatro gatos adultos, colhendo-se quatro vezes amostras de sêmen em dias alternados para cada animal através de vagina artificial (n=16 ejaculados). Para cada ejaculado, realizaram-se duas colorações. Para a coloração FR, o sêmen in natura foi diluído em citrato de sódio 2,9% e, posteriormente, em solução de coloração. Após setenta segundos, procedeu-se a esfregaços em lâminas, as quais foram secas a 37ºC. Para a coloração KA, os esfregaços previamente confeccionados e fixados em formol salino foram imersos seqüencialmente nas soluções de Rosa Bengala, Tanino e Azul Vitória e secas em temperatura ambiente. Avaliaram-se duzentas células para cada tipo de coloração em todos os ejaculados, usando-se microscópio de luz em aumento de 1.000X. Efetuou-se análise estatística mediante o teste não-paramétrico de Wilcoxon, estabelecendo diferença significativa quando p<0,05. Para a coloração de KA, obtiveram-se maior porcentagem de gota citoplasmática distal e menor porcentagem de defeitos de cabeça quando comparada à coloração FR. Assim, nenhuma das colorações mostrou-se totalmente eficiente na identificação dos defeitos de morfologia encontrados na avaliação do sêmen in natura de gatos domésticos.

PALAVRAS-CHAVES: Acrossomo, coloração, espermatozóide, gato doméstico, morfologia espermática.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-10-2008

Como Citar

Villaverde, A. I. S. B., Melo, C. M., Corrente, J. E., Papa, F. O., & Lopes, M. D. (2008). COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS DE COLORAÇÃO PARA ANÁLISE MORFOLÓGICA E ACROSSOMAL DE ESPERMATOZÓIDES DE GATO DOMÉSTICO (Felis catus). Ciência Animal Brasileira, 9(3), 686–692. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/441

Edição

Seção

Medicina Veterinária