DESEMPENHO DE LEITÕES ALIMENTADOS COM DIVERSAS FORMAS FÍSICAS DA RAÇÃO

Autores

  • Edem Ribeiro da Costa
  • Ludmila da Paz Gomes da Silva
  • José Humberto Vilar da Silva
  • Luiz Euquerio de Carvalho
  • Marta Xavier Correia de Carvalho

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de rações fareladas, peletizadas e úmidas no desempenho de leitões na fase inicial. Realizou-se um experimento com 36 leitões mestiços (Landrace x Large White). A fim de se obter uma melhor precisão dos dados, dividiu-se o experimento em duas etapas, utilizando-se para cada etapa experimental dezoito animais na fase inicial (nove machos castrados e nove fêmeas), com peso vivo médio de idade inicial de 11kg, e 35 dias de idade, respectivamente. Em delineamento de blocos casualizados, esquema fatorial 3 x 2 (três formas físicas de ração e dois sexos) e três repetições, a análise conjunta dos dados demonstrou não haver efeitos (P>0,05) para consumo diário de ração, ganho de peso diário e final,conversão alimentar e custo com o fornecimento de ração,assim como não houve efeitos (P>0,05) na interação ração x sexo, concluindo-se que a forma física das rações (farelada, peletizada e úmida) não interferiu no desempenho dos leitões. PALAVRAS-CHAVE: Alimentação, nutrição, tipo de processamento, suínos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-10-2006

Como Citar

Costa, E. R. da, Silva, L. da P. G. da, Silva, J. H. V. da, Carvalho, L. E. de, & Carvalho, M. X. C. de. (2006). DESEMPENHO DE LEITÕES ALIMENTADOS COM DIVERSAS FORMAS FÍSICAS DA RAÇÃO. Ciência Animal Brasileira, 7(3), 241–247. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/415

Edição

Seção

Produção Animal