AVALIAÇÃO DE CULTIVARES DE ALFAFA NA REGIÃO CENTRAL DO ESTADO DE GOIÁS

Autores

  • Alexandre Bryan Heinemann
  • Domingos Sávio Campos Paciullo
  • Francisco José da Silva Lédo
  • Antônio Vander Pereira
  • Milton de Andrade Botrel
  • Fernando Alvarenga Reis
  • Paulo Moreira

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial forrageiro de cultivares de alfafa na Região Central do Estado de Goiás, durante o período de novembro de 2001 a fevereiro de 2004. O experimento foi desenvolvido na Estação Experimental da Agencia Rural, localizada no município de Anápolis, GO. Avaliaram-se 21 cultivares de alfafa, no delineamento experimental de blocos casualizados, com três repetições. Realizaram-se 17 cortes, sendo avaliadas as características produção de matéria seca (PMS), relação folha/caule (RFC), vigor fenotípico (VF), altura da planta (AP) e incidência de doenças (ID) e pragas (IP). A PMS anual das cultivares variou de 6,6 a 14,4 t/ha, sendo as cultivares crioula importada, P30, crioula Honda, crioula e crioula CRA as mais produtivas. Essas mesmas cultivares também apresentaram os menores ID e IP. Na época da seca, a PMS das cultivares variou entre 35,3% e 58,7% da PMS anual, revelando boa distribuição da produção ao longo do ano. Com base nos resultados, as cultivares crioula importada, P30,crioula Honda, crioula e crioula CRA são as mais adaptadas às condições edafoclimáticas da Região Central do Estado de Goiás. PALAVRAS-CHAVE: Leguminosa forrageira, Medicago sativa, melhoramento, produção de forragem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-10-2006

Como Citar

Heinemann, A. B., Paciullo, D. S. C., Lédo, F. J. da S., Pereira, A. V., Botrel, M. de A., Reis, F. A., & Moreira, P. (2006). AVALIAÇÃO DE CULTIVARES DE ALFAFA NA REGIÃO CENTRAL DO ESTADO DE GOIÁS. Ciência Animal Brasileira, 7(3), 257–263. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/413

Edição

Seção

Produção Animal