ASPECTOS CLÍNICOS E ANATOMOHISTOPATOLÓGICOS DE PINTOS DE CORTE ORIUNDOS DE OVOS INOCULADOS EXPERIMENTALMENTE COM Salmonella Enteritidis FAGOTIPO 4

  • Maria Auxiliadora Andrade UFG
  • Albenones José de Mesquita EV/UFG
  • José Henrique Stringhini EV/UFG
  • Luiz Augusto Batista Brito EV/UFG
  • Leandro da Silva Chaves Alunos de Pós- Graduação- Mestrado em Produção Animal / EV/UFG
  • Maíra Silva Mattos Alunos de Pós- Graduação- Mestrado em Produção Animal / EV/UFG
Palavras-chave: Sanidade animal, Aves

Resumo

Desenvolveram-se dois experimentos para avaliar a capacidade invasiva e os efeitos da Salmonella enterica sorovar Enteritidis fagotipo 4 de origem aviária, inoculada in ovo de linhagens de frango de corte. O experimento 1 foi realizado com a linhagem Ross (crescimento rápido) e o experimento 2 com a linhagem ISA Label (crescimento lento). Nos dois experimentos, 1,5 X 102 UFC/0,1mL de Salmonella Enteritidis fagotipo 4 foram inoculadas na casca e no albume de ovos férteis no momento da incubação, para averiguar os sinais clínicos, as lesões macro e microscópicas e a mortalidade até a terceira semana de vida dos pintos. A Salmonella Enteritidis invadiu e colonizou o trato gastrintestinal das duas linhagens determinando alterações clínicas aliadas à disfunção intestinal, as quais foram mais pronunciadas nas aves Ross. A mortalidade observada foi de 25,0% (15/60) na linhagem Ross, e de apenas 1,7% (1/60) nas aves de crescimento lento até 21 dias de idade. Onfalite, enterite, pericardite e peri-hepatite constituíram as principais lesões macroscópicas da linhagem de crescimento rápido. No exame histopatológico observou-se processo inflamatório com infiltrados de células mononucleares com predominância de macrófagos e linfócitos no coração, fígado, duodeno, jejuno, íleo e ceco. Salmonella Enteritidis colonizou o trato gastrintestinal, invadiu os órgãos de ambas as linhagens, porém aves ISA Label foram mais resistentes à infecção do que aves da linhagem Ross.

PALAVRAS-CHAVES: Colonização intestinal, infecção, invasão, órgãos, resistência genética.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
30-09-2009
Como Citar
Andrade, M. A., Mesquita, A., Stringhini, J. H., Brito, L. A., Chaves, L., & Mattos, M. (2009). ASPECTOS CLÍNICOS E ANATOMOHISTOPATOLÓGICOS DE PINTOS DE CORTE ORIUNDOS DE OVOS INOCULADOS EXPERIMENTALMENTE COM Salmonella Enteritidis FAGOTIPO 4. Ciência Animal Brasileira, 10(3), 909-917. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/3817
Seção
Medicina Veterinária