OCORRÊNCIA DE ANTICORPOS ANTI-Neospora caninum EM CÃES NOMUNICÍPIO DE CUIABÁ, MATO GROSSO

Autores

  • Ana Helena Benetti Universidade de Cuiabá - MT
  • Gilson Hélio Toniollo FCAV/UNESP
  • Thaís Rabelo dos Santos FCAV/UNESP
  • Solange Maria Gennari FMVZ/USP
  • Alvimar José da Costa FCAV/UNESP
  • Ricardo Augusto Dias FMVZ/USP

Palavras-chave:

Saúde pública, Zoonoses

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a presença de anticorpos anti-Neospora caninum, por meio da reação de imunofluorescência indireta (≥ 50), em cães do município de Cuiabá, MT, bem como associar a freqüência de ani-mais soropositivos com o sexo, a faixa etária (< 2 anos, 2 a 4 anos e > 4 anos), a alimentação (caseira, comercial ou mista) e o fato de terem ou não acesso às ruas. Dentre os 60 animais amostrados, 27 (45%) apresentaram anticorpos anti-Neospora caninum com títulos que variaram de 50 a 1.600. Não foi encontrada associação (P>0,05) entre a ocorrência de anticorpos anti-N. caninum e o sexo, a faixa etária e o tipo de alimentação. Observou-se associação entre a positividade ao teste e o acesso ou não dos cães às ruas, com maior ocorrência de animais positivos dentre os que tinham acesso às ruas (P <0,001).
PALAVRAS-CHAVES: Cães, Cuiabá, Neospora caninum, reação de imunofluorescência indireta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03-04-2008

Como Citar

Benetti, A. H., Toniollo, G. H., Santos, T. R. dos, Gennari, S. M., Costa, A. J. da, & Dias, R. A. (2008). OCORRÊNCIA DE ANTICORPOS ANTI-Neospora caninum EM CÃES NOMUNICÍPIO DE CUIABÁ, MATO GROSSO. Ciência Animal Brasileira, 9(1), 177–180. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/3676

Edição

Seção

Medicina Veterinária