CRESCIMENTO DE CABRAS SAANEN, ALPINA E TOGGENBURG NO DISTRITO FEDERAL: FATORES GENÉTICOS E AMBIENTAIS

Autores

  • Concepta McManus UnB
  • Guilherme Soares Filho UnB
  • Helder Louvandini UnB
  • Laila Talarico Dias unB
  • Rodrigo de Almeida Teixeira unB
  • Luci Sayori Murata UnB

Palavras-chave:

Melhoramento de caprinos

Resumo

Coletaram-se dados de 1.215 crias caprinas, sendo 402 Saanen, 396 Pardo Alpina, 200 Toggenburg e 217 ½ Pardo Alpina, entre 1995 e 2001, no Distrito Federal, Brasil. Consideraram-se, como fixos, os efeitos de raça, sexo, número de crias, mês e ano de parto e, como covariável, o peso da cabra, para análise das características peso ao nascer e à desmama, ganho de peso do nascimento à desmama e da desmama à primeira inseminação, bem como idade à primeira inseminação. O peso ao nascer teve relação com a raça, o sexo e o número de crias. Já o peso à desmama, apenas com a raça. O mês e ano de nascimento afetaram o ganho de peso após à desmama. O número de dias para inseminação foi influenciado pela raça e mês de nascimento. As correlações genéticas estimadas entre o peso ao nascer e as demais características evidenciaram-se altas e positivas, exceto em relação ao ganho de peso do nascimento à desmama (0,23). Quanto às correlações obtidas entre o ganho do nascimento à desmama, observaram-se correlações altas e positivas, porém foram altas e negativas no que diz respeito ao número de dias para a inseminação (-1,0). As correlações estimadas entre ganho de peso da desmama à primeira inseminação se apresentaram altas e positivas. Em geral, os resultados indicaram que animais que cresceram mais rápido foram maiores à desmama e às idades posteriores. As herdabilidades estimadas mostraram-se moderadas, indicando que a seleção deve produzir animais com rápido crescimento e que atinjam idade de reprodução com menor idade. Palavras-chaves: Confinamento, correlação, curva de crescimento, herdabilidade, peso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03-04-2008

Como Citar

McManus, C., Soares Filho, G., Louvandini, H., Dias, L. T., Teixeira, R. de A., & Murata, L. S. (2008). CRESCIMENTO DE CABRAS SAANEN, ALPINA E TOGGENBURG NO DISTRITO FEDERAL: FATORES GENÉTICOS E AMBIENTAIS. Ciência Animal Brasileira, 9(1), 68–75. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/3662

Edição

Seção

Produção Animal