EFEITO DA SOLUÇÃO, DA FIXAÇÃO EM FORMOL-SALINA E DO TEMPO DE INCUBAÇÃO SOBRE OS RESULTADOS DO TESTE HIPOSMÓTICO PARA SÊMEN EQÜINO CONGELADO

  • Sidney Gonçalves Gonzalez Alves
  • Antonio de Lisboa Ribeiro Filho
  • Paola Pereira daS Neves Snoeck
  • Marcos Chalhoub
  • Rodrigo Freitas Bittencourt
  • Ana Paula Mota Portela
  • Ana Karine Almeida
  • Maria Izabel Vaz de Melo
  • Marc Henry

Resumo

Este experimento objetivou determinar o melhor protocolo de teste hiposmótico (HO) para avaliar a integridade funcional da membrana plasmática dos espermatozóides eqüinos submetidos à criopreservação. Foram avaliadas três soluções HO (água destilada, frutose 100 mOsmol/L e citrato de sódio 100 mOsmol/L), os tempos de incubação de 0, 15 e 30 minutos dependendo do tipo de solução utilizada e o processo de fixação ou não em formol-salina. Após a descongelação do sêmen foram retiradas alíquotas de sêmen para incubação nas três soluções HO. Decorridos os tempos de incubação (0, 15 e 30 minutos), retirou-se uma alíquota de sêmen para leitura do percentual de espermatozóides reativos ao teste HO e fixou-se, em formolsalina, o restante da mistura sêmen/solução HO para posterior leitura e comparação entre as leituras fixadas versus não fixadas. Não houve diferença (P>0,05) entre os tempos de incubação independente da solução HO utilizada. A água destilada apresentou maior percentagem de espermatozóides reativos ao teste no protocolo que não usou a fixação em formol, entretanto apresentou resultado semelhante às amostras incubadas em frutose e citrato de sódio, no protocolo que utilizou a fixação em formol. Não houve diferença (P>0,05) na comparação, por solução, da leitura fixada versus não fixada. PALAVRAS-CHAVE: Eqüino, sêmen congelado, teste hiposmótico

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
31-10-2006
Como Citar
Alves, S., Ribeiro Filho, A., Snoeck, P., Chalhoub, M., Bittencourt, R., Portela, A., Almeida, A., Melo, M., & Henry, M. (2006). EFEITO DA SOLUÇÃO, DA FIXAÇÃO EM FORMOL-SALINA E DO TEMPO DE INCUBAÇÃO SOBRE OS RESULTADOS DO TESTE HIPOSMÓTICO PARA SÊMEN EQÜINO CONGELADO. Ciência Animal Brasileira, 6(3), 219-224. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/361
Seção
Medicina Veterinária