DISTÂNCIA DE ATUAÇÃO EM OLFATÔMETRO DO FEROMÔNIO SEXUAL DE ATRAÇÃO DE Anocentor nitens (ACARI : IXODIDAE), 2,6-DICLOROFENOL

  • Ana Cristina Côrtes Lôbo
  • Lígia Miranda Ferreira Borges
  • Álvaro Eduardo Eiras

Resumo

Neste trabalho determinou-se a distância de atuação do 2,6-diclorofenol (2,6-DCF), em um olfatômetro, visando obter subsídios para o uso de iscas deste feromônio para o controle de Anocentor nitens. Foram liberados, individualmente, vinte machos sexualmente maduros, nas distâncias de 5 e 10 cm, diante de septos de borracha limpos e tratados com 50, 500 e 5.000 ng de 2,6-DCF e fêmeas atrativas. As fêmeas, na distância de 5 cm, já não atraíram os machos, pois os percentuais de orientação e de ângulos em cada categoria foram similares. Em ambas as distâncias, os melhores desempenhos foram observados para os machos testados nas menores concentrações do 2,6-DCF, cujos percentuais de orientação foram mais altos; os machos tiveram de ser testados menos vezes; as freqüências de ângulos entre 0° e 10°, que indicam a atração do carrapato para a fonte de odor, foram maiores. Os machos foram igualmente rápidos para alcançar o septo tratado com qualquer concentração do 2,6-DCF, do que para as fêmeas ou septo controle.Esses resultados demonstram o marcado papel do 2,6-DCF como atraente para A. nitens nas concentrações de 50 a 500ng e a possibilidade do seu uso como isca, associado ou não a um acaricida, no controle desse carrapato. PALAVRAS-CHAVE: Anocentor nitens, olfatometria, feromônio sexual, 2,6-diclorofenol.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
27-10-2006
Como Citar
Lôbo, A. C. C., Borges, L. M. F., & Eiras, Álvaro E. (2006). DISTÂNCIA DE ATUAÇÃO EM OLFATÔMETRO DO FEROMÔNIO SEXUAL DE ATRAÇÃO DE Anocentor nitens (ACARI : IXODIDAE), 2,6-DICLOROFENOL. Ciência Animal Brasileira, 5(3), 157-162. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/329
Seção
Produção Animal