ASPECTOS COMPORTAMENTAIS E DESEMPENHO PRODUTIVO DE OVINOS MANTIDOS EM PASTAGENS DE CAPIM-TANZÂNIA MANEJADO SOB LOTAÇÃO INTERMITENTE

Autores

  • Rodrigo Gregório da Silva
  • José Neuman Miranda Neiva
  • Magno José Duarte Cândido
  • Raimundo Nonato Braga Lobo

Palavras-chave:

Pastagens, etologia

Resumo

O trabalho foi desenvolvido objetivando avaliar o comportamento e desempenho produtivo de ovinos mantidos em pastagens de capim-tanzânia (Panicum maximum) manejadas sob períodos de descanso (PD) correspondentes aos tempos necessários para expansão de 1,5 (1,5F), 2,5 (2,5F) ou 3,5 (3,5F) novas folhas/perfilho. Foram avaliados aspectos comportamentais como o tempo em que os animais se mantinham sob a sombra e o tempo despendido para pastejo, ruminação e em ócio, além do número de defecações, urinação, ingestão de água e sal e a taxa de bocados (TXB). para avaliação do desempenho produtivo, avaliaram-se o ganho de peso médio diário (GMD) e a taxa de lotação expressa em número de animais por hectare (TLA), além da produção por hectare, expressa em kg de peso vivo (PPVH). os animais mantidos em pastagens manejadas sob PD de 3,5F permaneceram 21% do tempo compreendido de 5 às 18 horas sob a sombra. os animais mantidos nos piquetes com PD de 2,5F despenderam menor porcentagem de tempo pastejando, indicando que, nessa condição, os animais conseguiram ingerir maior quantidade de forragem num menor intervalo de tempo. Quanto às TXB, observou-se que nos períodos de 8 às 11 horas e 17 às 18 horas elas foram semelhantes para todos os PDs adotados. para o PD de 2,5F as taxas de bocados não diferiram entre os intervalos de tempo avaliados, enquanto no PD de 3,5F as taxas de bocados foram menores em todos os períodos analisados. Quanto ao desempenho produtivo, observou-se que os animais mantidos em piquetes sob PD de 1,5F apresentaram maior GMD, porém as TLA e TLUA foram menores que as observadas nos piquetes mantidos sob PD de 3,5F. Já as PPVH das pastagens mantidas sob PDs de 1,5F e 2,5F foram semelhantes e superiores às pastagens mantidas sob PD de 3,5F. conclui-se que as pastagens de capim-tanzânia devem ser manejadas sob PDs de 2,5 folhas, pois apresentam boa PPVH e permitem aos animais consumirem mais forragem em menor intervalo de tempo.

Palavras-chaves: Comportamento ingestivo, fluxo de tecidos, pressão de pastejo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-12-2007

Como Citar

Silva, R. G. da, Neiva, J. N. M., Cândido, M. J. D., & Lobo, R. N. B. (2007). ASPECTOS COMPORTAMENTAIS E DESEMPENHO PRODUTIVO DE OVINOS MANTIDOS EM PASTAGENS DE CAPIM-TANZÂNIA MANEJADO SOB LOTAÇÃO INTERMITENTE. Ciência Animal Brasileira, 8(4), 609–620. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/2681

Edição

Seção

Produção Animal