MATURAÇÃO TESTICULAR EM MACHOS DA MANJUBA Curimatella lepidura Eigenmann & Eigemnmann, 1889 (PISCES, CURIMATIDAE) DA REPRESA DE TRÊS MARIAS, RIO SÃO FRANCISCO, BRASIL.

Autores

  • Dalcio Ricardo de Andrade UENF
  • William Cristiane Teles Tonini UENF-RJ
  • Denilson Burkert
  • Hugo P. Godinho
  • Manuel Vazquez Vidal Jr. UENF

Palavras-chave:

peixes, reprodução, piscicultura

Resumo

Objetivou-se com este trabalho avaliar a maturação testicular da manjuba Curimatella lepidura. Para tanto, 318 exemplares machos foram capturados com redes de emalhar na represa de Três Marias, MG. Submeteram-se os peixes a biometria de rotina, sendo dissecados e as vísceras pesadas individualizadas, para obtenção do índice gonadossomático (IG S) e do fator de condição de Fulton (K). A identificação dos estádios de maturação foi avaliada por meio de histologia das gônadas. A morfologia testicular mostrou-se semelhante à maioria dos Characiformes, e a atividade gonadal foi cíclica com período de repouso evidente. O IG S apresentou variação cíclica evidente, com valores mínimos no estádio 1 e máximos no estádio 2C/3, (2,5 ± 0,8). Os dados de fator de condição não apresentaram variação cíclica evidente, indicando que esse parâmetro não é um bom indicador reprodutivo para esta espécie. A espermiação ocorre entre os meses de dezembro e março.

PALAVRAS-CHAVES: Maturação gonadal, reprodução, represa de Três Marias, testículos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dalcio Ricardo de Andrade, UENF

Professor LZNA/CCTA

William Cristiane Teles Tonini, UENF-RJ

Biólogo, mestre em zoologia e doutorando em nutrição e produção animal

Manuel Vazquez Vidal Jr., UENF

Professor LZNA/CCTA

Downloads

Publicado

01-04-2010

Como Citar

de Andrade, D. R., Tonini, W. C. T., Burkert, D., Godinho, H. P., & Vidal Jr., M. V. (2010). MATURAÇÃO TESTICULAR EM MACHOS DA MANJUBA Curimatella lepidura Eigenmann & Eigemnmann, 1889 (PISCES, CURIMATIDAE) DA REPRESA DE TRÊS MARIAS, RIO SÃO FRANCISCO, BRASIL. Ciência Animal Brasileira, 11(1), 9–16. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/2529

Edição

Seção

Produção Animal