VALORES ENERGÉTICOS DE INGREDIENTES CONVENCIONAIS PARA AVES DE POSTURA COMERCIAL

  • Edney Pereia da Silva Universidade Federeal Rural de Pernambuco
  • Carlos Bôa-Viagem Rabello Universidade Federeal Rural de Pernambuco
  • Michele Bernardino de Lima Universidade Federeal Rural de Pernambuco
  • Riviana Roberta de Souza Loureiro Universidade Federeal Rural de Pernambuco
  • Andréa Aparecida de Souza Guimarães Universidade Federeal Rural de Pernambuco
  • Wilson Moreira Dutra Júnior Universidade Federeal Rural de Pernambuco
Palavras-chave: energia metabolizável, poedeiras comerciais, milho, farelo de soja, farelo de trigo, óleo bruto de soja

Resumo

O objetivo do trabalho foi determinar a composição bromatológica e os valores energéticos do milho, farelo de soja, farelo de trigo e óleo bruto de soja para galinhas poedeiras comerciais. Primeiramente realizaram-se as análises laboratoriais dos referidos ingredientes e um ensaio de metabolismo utilizando oitenta poedeiras, linhagem Lohmann LSL, com 41 semanas de idade, distribuídas num delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e quatro repetições com quatro aves por parcela. Os tratamentos foram: uma dieta-referência e quatro dietas-testes (40% de milho + 60% de dieta-referência; 40% de farelo de soja + 60% de dieta-referência; 30% de farelo de trigo + 70% de dieta-referência e 10% de óleo bruto de soja + 90% de dieta-referência). As composições bromatológicas do milho, farelo de soja, farelo de trigo e óleo bruto de soja foram de 87,83%; 88,36%; 87,15% e 99,98% para matéria seca, 9,77%; 44,47%; 14,48% e 0,74% de proteína bruta, 3,98%; 2,61%; 3,42% e 99,24% de extrato etéreo, 2,34%; 7,33% e 10,81% de fibra bruta, 1,23%; 5,77% e 5,44% de matéria mineral e 3.873; 4.172; 3.878 e 9.851 kcal/kg para energia bruta, respectivamente. Os valores determinados para energia metabolizável aparente corrigida (EMAn) foram de 3.384; 2.433; 1.919 e 8.313 kcal/kg do milho, farelo de soja, farelo de trigo e óleo bruto de soja, respectivamente.

PALAVRAS-CHAVE: Energia metabolizável, farelo de soja, farelo de trigo, milho, óleo bruto de soja, poedeiras comerciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edney Pereia da Silva, Universidade Federeal Rural de Pernambuco

Aluno de Mestrado do Programa de Pós-graduação em Zootecnia do Departamento de Zootecnia da UFRPE.

Carlos Bôa-Viagem Rabello, Universidade Federeal Rural de Pernambuco
Professor Adjunto, Departamento de Zootecnia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, 52171-900, Dois Irmãos, Recife, Pernambuco, Brasil. Bolsista de Produtividade do CNPq
Michele Bernardino de Lima, Universidade Federeal Rural de Pernambuco
Aluna de graduação em Zootecnia, bolsista do PIBIC/CNPq, DZ/UFRPE.
Riviana Roberta de Souza Loureiro, Universidade Federeal Rural de Pernambuco

Mestre em Zootecnia

Andréa Aparecida de Souza Guimarães, Universidade Federeal Rural de Pernambuco
Mestre em Zootecnia
Wilson Moreira Dutra Júnior, Universidade Federeal Rural de Pernambuco
Professor Adjunto, Departamento de Zootecnia, DZ/UFRPE. Bolsista de Produtividade do CNPq 
Publicado
02-04-2009
Como Citar
Silva, E., Rabello, C., Lima, M., Loureiro, R., Guimarães, A., & Dutra Júnior, W. (2009). VALORES ENERGÉTICOS DE INGREDIENTES CONVENCIONAIS PARA AVES DE POSTURA COMERCIAL. Ciência Animal Brasileira, 10(1), 91-100. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/2482
Seção
Produção Animal