SEPARAÇÃO DE ESPERMATOZOIDES PORTADORES DO CROMOSSOMO X BOVINO POR CENTRIFUGAÇÃO EM GRADIENTE DE DENSIDADE CONTÍNUO DE PERCOLL E OPTIPREP: EFEITO SOBRE A VIABILIDADE ESPERMÁTICA E NA PRODUÇÃO IN VITRO DE EMBRIÕES

  • Max Vitória Resende FCAV-UNESP-Jaboticabal
  • Marcelo Barbosa Bezerra FCAV-UNESP-Jaboticabal
  • Felipe Perecin FCAV-UNESP-Jaboticabal
  • Adriana Oliveira Almeida FCAV-UNESP-Jaboticabal
  • Aline Costa Lucio FCAV-UNESP-Jaboticabal
  • Vera Fernanda Martins Hossepian de Lima FCAV-UNESP-Jaboticabal
Palavras-chave: bovino, espermatozóides X, centrifugação, produção in vitro de embriões, PCR

Resumo

O objetivo deste estudo foi separar espermatozoides bovinos portadores do cromossomo X pela centrifugação em gradiente de densidade contínuo de Percoll e OptiPrep, e validar a sexagem pela reação em cadeia da polimerase (PCR), dos embriões produzidos in vitro. Para a sexagem, espermatozoides descongelados foram depositados nos gradientes de densidade, previamente preparados, em tubos de poliestireno, 24 horas antes da sexagem e mantidos a 4°C. Centrifugou-se a 500 x g por quinze minutos a 22°C. Os sobrenadantes foram aspirados, e os espermatozoides recuperados do fundo dos tubos. Avaliaram-se a viabilidade e a integridade dos espermatozoides pela coloração Azul de Tripan/Giemsa e determinou-se a taxa de clivagem e de blastocisto pela produção in vitro dos embriões, identificando-se o sexo genético deste embriões pela PCR. Não foram detectados danos à viabilidade e à integridade acrossomal, nem nas taxas de clivagem e de blastocistos no grupo Percoll e OptiPrep em comparação com o grupo não centrifugado (P>0,05). A porcentagem de embriões fêmeas no grupo Percoll e OptiPrep foi de 63% e 47,6%, respectivamente, e no grupo controle foi de 48,7%. Houve um desvio na proporção sexual no gradiente de Percoll, sem redução da viabilidade espermática e das taxas de produção in vitro.

PALAVRAS-CHAVES: Bovino, centrifugação, espermatozoides X, produção in vitro de embriões, PCR.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Max Vitória Resende, FCAV-UNESP-Jaboticabal

Mestrado e Doutorado em Medicina Veterinária  (Reprodução Animal).

Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução - UNESP - Jaboticabal

Marcelo Barbosa Bezerra, FCAV-UNESP-Jaboticabal

Mestrado em Medicina Veterinária  (Reprodução Animal).

Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução - UNESP - Jaboticabal

Felipe Perecin, FCAV-UNESP-Jaboticabal

Doutorado em Medicina Veterinária  (Reprodução Animal).

Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução - UNESP - Jaboticabal

Adriana Oliveira Almeida, FCAV-UNESP-Jaboticabal

Mestrado em Medicina Veterinária  (Medicina Veterinária Preventiva).

Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução - UNESP - Jaboticabal

Aline Costa Lucio, FCAV-UNESP-Jaboticabal

Mestrado em Zootecnia (Melhoramento Génético Animal)

Departamento de Zootecnia - UNESP - Jaboticabal

Vera Fernanda Martins Hossepian de Lima, FCAV-UNESP-Jaboticabal

Mestrado e doutorado.

Prof. Livre Docente de Reprodução Animal

Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução - UNESP - Jaboticabal

Publicado
03-07-2009
Como Citar
Resende, M., Bezerra, M., Perecin, F., Almeida, A., Lucio, A., & Hossepian de Lima, V. (2009). SEPARAÇÃO DE ESPERMATOZOIDES PORTADORES DO CROMOSSOMO X BOVINO POR CENTRIFUGAÇÃO EM GRADIENTE DE DENSIDADE CONTÍNUO DE PERCOLL E OPTIPREP: EFEITO SOBRE A VIABILIDADE ESPERMÁTICA E NA PRODUÇÃO IN VITRO DE EMBRIÕES. Ciência Animal Brasileira, 10(2), 581-587. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/2345
Seção
Medicina Veterinária