IDENTIFICAÇÃO DE BACTÉRIAS NO SÊMEN DE OVINOS EM DIFERENTES SISTEMAS DE CRIAÇÃO E O EFEITO DO USO DE KILOL-L®

  • Gabriela de Oliveira Fernandes Universidade de Brasília
  • Diogo Ramos Leal Universidade de Brasília
  • Nathalia Hack Moreira Universidade de Brasília
  • Thiago A. de S. Nascimento Silva Universidade de Brasília
  • Alexandre Floriani Ramos Embrapa Cenargen
  • Jairo Pereira Neves Universidade de Brasília
Palavras-chave: Bactérias, sêmen, ovinos, antibiograma, higienizante

Resumo

O objetivo deste trabalho foi identificar e quantificar as bactérias do sêmen fresco de ovino, avaliar o uso do higienizante Kilol-L® antes da coleta do sêmen e testar a sensibilidade das cepas bacterianas frente ao antibiograma. Foram selecionados 24 ovinos machos, clinicamente sadios, com idade média de quatro anos, da raça Santa Inês, agrupados em dois sistemas de criação: a pasto (n=12) e confinamento (n=12). Dos 120 ejaculados coletados, 99 tiveram crescimento bacteriano correspondendo a 82,5% das amostras. Os gêneros bacterianos isolados com maior frequência foram Staphylococcus spp., Bacillus spp., Streptococcus spp., Corynebacterium spp., Listeria spp.e Escherichia coli. Dos antibióticos testados, a amicacina e a gentamicina foram 100% eficazes para Bacillus spp. e E. coli. O ceftiofur foi efetivo para todas as bactérias isoladas, exceto Rodococcus equi. Streptococcus spp. foram sensíveis à ampicilina e eritromicina, Staphylococcus spp. foram sensíveis à gentamicina. O uso Kilol-L® reduziu o número de unidades formadoras de colônias (UFC/mL) do ejaculado sem prejudicar a sua qualidade. Dos antibióticos testados, ceftiofur e gentamicina foram os mais efetivos frente às cepas bacterianas isoladas. Dessa forma, a utilização desses antibióticos no meio diluidor do sêmen ovino é uma alternativa para controlar o crescimento bacteriano.

PALAVRAS-CHAVE: antibiograma; bactérias; higienizante; ovinos; parâmetros espermáticos; sêmen.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
28-09-2013
Como Citar
Fernandes, G. de O., Leal, D. R., Moreira, N. H., Nascimento Silva, T. A. de S., Ramos, A. F., & Neves, J. P. (2013). IDENTIFICAÇÃO DE BACTÉRIAS NO SÊMEN DE OVINOS EM DIFERENTES SISTEMAS DE CRIAÇÃO E O EFEITO DO USO DE KILOL-L®. Ciência Animal Brasileira, 14(3), 332- 337. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/18613
Seção
Medicina Veterinária