CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS DO FUNÍCULO ESPERMÁTICO DE CAPRINOS COM ESCROTO BIPARTIDO E NÃO BIPARTIDO

  • Aline Soares Nunes Universidade Federal do Piauí
  • Aírton Mendes Conde Júnior Universidade Federal do Piauí
  • Maíra Soares Ferraz Universidade Federal do Piauí
  • Antônio A. N. Machado Júnior UFPI
  • Deise Cristine Schroder
  • Maria Acelina M. Carvalho UFPI
Palavras-chave: Reprodução Animal

Resumo

Estudou-se a morfologia do funículo espermático em caprinos com escroto bipartido e não bipartido. Foram formados três grupos de caprinos: I - escroto não bipartido; II - escroto bipartido até 50% do comprimento testicular; e III - escroto bipartido acima de 50% do comprimento testicular. O comprimento do funículo espermático, o músculo cremáster, o segmento da artéria testicular do funículo e histologia do funículo espermático foram avaliados. Em todos os grupos, a artéria testicular mostrou-se única (95%) ou dividida (5%), rodeada por veias sem válvulas e com diâmetros variados e irregulares. No grupo I, o tecido adiposo subcapsular envolvia as veias, fato não observado nos demais grupos. Nos grupos II e III, esse tecido apresentou-se em placas, circundando o funículo, tornando-se mais espesso próximo ao mesoducto, sugerindo isolamento térmico entre os vasos e o ducto deferente. Os caprinos do grupo III apresentaram maior comprimento do funículo (média=10,25cm) e da artéria testicular (média=152,80cm), em comparação com os grupos I (8,06 e 103,25 cm) e II (8,60 e 121,80 cm). Esse fato pode favorecer as trocas térmicas entre sangue arterial e venoso. O comprimento do músculo cremáster não diferiu estatisticamente (P>0,05) entre os grupos I (19,37cm), II (18,61cm) e III (20,06cm). Desse modo, concluiu-se que a bipartição escrotal proporciona variações no funículo espermático de caprinos.

PALAVRAS-CHAVE: artéria testicular; músculo cremáster; termorregulação; veia testicular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Soares Nunes, Universidade Federal do Piauí
Mestre em Ciência Animal pela UFPI
Aírton Mendes Conde Júnior, Universidade Federal do Piauí

Mestre e Doutor em Ciência Animal/UFPI

Professor do Departamento de Morfologia/CCS/UFPI

Maíra Soares Ferraz, Universidade Federal do Piauí

Mestre em Ciência Animal/UFPI

Doutoranda em Ciência Animal/UFPI

Antônio A. N. Machado Júnior, UFPI
Professor do curso de Medicina Veterinária da UFPI/Campus Cinobelina Elvas - Bom Jesus/PI
Maria Acelina M. Carvalho, UFPI
Professora Doutora, Departamento de Morfofisiologia Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Teresina, Piauí, Brasil
Publicado
28-09-2013
Como Citar
Nunes, A. S., Conde Júnior, A. M., Ferraz, M. S., Machado Júnior, A. A. N., Schroder, D. C., & Carvalho, M. A. M. (2013). CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS DO FUNÍCULO ESPERMÁTICO DE CAPRINOS COM ESCROTO BIPARTIDO E NÃO BIPARTIDO. Ciência Animal Brasileira, 14(3), 338-344. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/16447
Seção
Medicina Veterinária