ASPECTOS CITOPATOLÓGICOS DA MUCOSA VAGINAL DE CAMUNDONGAS TRATADAS COM PROGESTERONA

Autores

  • Fábio de Souza Mendonça
  • Joaquim Evêncio-Neto
  • Manuel de Jesus Simões
  • Lázaro Manoel de Camargo
  • Liriane Baratella-Evêncio

Resumo

A regulação da atividade do ciclo estral dos mamí¬feros domésticos é um processo complexo e está, basica¬mente, sob o controle do eixo hipotálamo-adenohipófise-ovários, através de mecanismos endócrinos e neuroendócri¬nos. A progesterona constitui-se em importante regulador da atividade funcional e estrutural do sistema reprodutor das fêmeas domésticas. Considerando-se sua importância e sua freqüente utilização, realizou-se o presente trabalho, que teve por objetivo avaliar os aspectos citopatológicos da vagina de camundongas tratadas com progesterona. Foram utilizadas 36 camundongas da linhagem Swiss Webster di¬vididas em quatro grupos e submetidas aos seguintes pro¬cedimentos: Grupo S (controle – camundongas tratadas com o veículo e avaliadas durante quinze dias consecuti¬vos); Grupos E1, E2 e E3 (camundongas tratadas com 0,375 mg, 0,75 mg e 1,5 mg de acetato de medroxiprogesterona respectivamente e avaliadas durante quinze dias de experi¬mento). De acordo com os resultados obtidos pode-se con¬cluir que o acetato de medroxiprogesterona em dose única de 0,75 ou 1,5 mg predispõe a interrupção do cliclo estral e o aumento do número de leucócitos no colpocitológico de camundongas. PALAVRAS-CHAVES: Bloqueio do ciclo estral, ciclo estral, colpocitologia, medroxiprogesterona.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-07-05

Como Citar

MENDONÇA, F. de S.; EVÊNCIO-NETO, J.; SIMÕES, M. de J.; CAMARGO, L. M. de; BARATELLA-EVÊNCIO, L. ASPECTOS CITOPATOLÓGICOS DA MUCOSA VAGINAL DE CAMUNDONGAS TRATADAS COM PROGESTERONA. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 8, n. 2, p. 313–318, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/1356. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Medicina Veterinária