INTOXICAÇÃO NATURAL DE BOVINOS LEITEIROS POR Cestrum laevigatum (SOLANACEAE) NO AGRESTE DE PERNAMBUCO – BRASIL

  • Luiz Teles Coutinho Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
  • Nivaldo de Azevêdo Costa Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
  • Carla Lopes Mendonça Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
  • José Augusto Bastos Afonso Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
  • Franklin Riet-Carrea Universidade Federal de Campina Grande, Campus Patos
  • Antonio Flávio M. Dantas
  • Nivan Antonio A. da Silva
Palavras-chave: Sanidade Animal

Resumo

Este trabalho teve por objetivo relatar um surto de intoxicação natural por Cestrum laevigatum em um rebanho leiteiro no Agreste do Estado de Pernambuco. Foram resgatadas informações epidemiológicas e clínicas. De um lote de 60 vacas, oito adoeceram e, dessas, quatro vieram a óbito e duas foram necropsiadas onde fragmentos de sistema nervoso central, fígado, vesícula biliar, baço e rim foram coletados para análise histopatológica. Foram colhidas amostras de sangue para realização de provas hematológicas e de bioquímica clínica. Os animais apresentavam apatia, tremores musculares, diminuição do apetite, desidratação em graus variados, comprometimento da dinâmica reticuloruminal, além de fezes em quantidade reduzida, ressecadas com presença de muco e estrias de sangue. Os exames laboratoriais revelaram aumento da atividade sérica da aspartatoaminotransferase e da gamaglutamiltransferase, além de hipoalbuminemia. Na necropsia evidenciou-se fígado aumentado de volume e superfície de corte com aspecto de noz-moscada além de áreas de hemorragias no coração, traqueia, abomaso, baço, intestino e bexiga; na microscopia observou-se necrose hepática centrolobular associada à hemorragia acentuada. Tais achados caracterizaram o quadro de intoxicação por Cestrum laevigatum e deram subsídios para adoção das medidas de controle e prevenção.

PALAVRAS-CHAVE: intoxicação; planta hepatotóxica; vacas de leite.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Teles Coutinho, Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
Clínica de Bovinos, Campus Garanhuns/UFRPE
Nivaldo de Azevêdo Costa, Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
Clínica de Bovinos, Campus Garanhuns/UFRPE
Carla Lopes Mendonça, Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
Clínica de Bovinos, Campus Garanhuns/UFRPE
José Augusto Bastos Afonso, Clínica de Bovinos de Garanhuns/UFRPE
Clínica de Bovinos,Campus Garanhuns/UFRPE
Franklin Riet-Carrea, Universidade Federal de Campina Grande, Campus Patos
Centro de Saúde e Tecnologia Rural (CSTR), UFCG, Campus de Patos
Publicado
28-09-2013
Como Citar
Coutinho, L. T., Costa, N. de A., Mendonça, C. L., Afonso, J. A. B., Riet-Carrea, F., Dantas, A. F. M., & Silva, N. A. A. da. (2013). INTOXICAÇÃO NATURAL DE BOVINOS LEITEIROS POR Cestrum laevigatum (SOLANACEAE) NO AGRESTE DE PERNAMBUCO – BRASIL. Ciência Animal Brasileira, 14(3), 352-359. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/13476
Seção
Medicina Veterinária