SORO DE LEITE EM PÓ E FARINHA DE PEIXE+LACTOSE EM RAÇÕES COM DOIS NÍVEIS DE PROTEÍNA PARA LEITÕES NA FASE INICIAL

Autores

  • Eurípedes Laurindo Lopes UFG
  • Otto Mack Junqueira
  • Karina Ferreira Duarte
  • Romão da Cunha Nunes
  • Lúcio Francelino Araújo

Resumo

Desenvolveu-se um experimento para avaliar fontes e níveis de proteína e de lactose em rações iniciais para leitões desmamados aos 21 dias de idade. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 2 x 2, para estudo dos tipos de dieta (soro de leite em pó e farinha de peixe+lactose), níveis de proteína bruta (20,0% e 24,0%) e pesos dos leitões ao desmame (? 6,0 e > 6,0 kg), totalizando oito tratamentos com quatro repetições de quatorze leitões (sete machos e sete fêmeas) cada. Das fontes de proteína estudadas, o desempenho de leitões desmamados aos 21 dias de idade foi superior para rações com farinha de peixe + lactose (CA 1,81), comparados àqueles que consumiram a ração contendo apenas o soro de leite em pó (1,93). Para os níveis de proteína, observou-se que o índice de 24% de proteína bruta nas rações foi mais eficiente, principalmente com a combinação farinha de peixe + lactose (GP 8,91 x 7,93kg). As dietas estudadas não afetaram os parâmetros histológicos, e a altura das vilosidades é uma função direta do peso do leitão. PALAVRAS-CHAVES: Altura de vilosidades, desempenho, peso do pâncreas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-07-04

Como Citar

LOPES, E. L.; JUNQUEIRA, O. M.; DUARTE, K. F.; NUNES, R. da C.; ARAÚJO, L. F. SORO DE LEITE EM PÓ E FARINHA DE PEIXE+LACTOSE EM RAÇÕES COM DOIS NÍVEIS DE PROTEÍNA PARA LEITÕES NA FASE INICIAL. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 8, n. 2, p. 217–226, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/1344. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Produção Animal