GRÃOS DE LINHAÇA E DE CANOLA SOBRE O DESEMPENHO, DIGESTIBILIDADE APARENTE E CARACTERÍSTICAS DE CARCAÇA DE NOVILHAS NELORE TERMINADAS EM CONFINAMENTO

  • Fabio Yoshimi Wada Universidade Estadual de Maringá
  • Ivanor Nunes do Prado Universidade Estadual de Maringá
  • Robério Rodrigues Silva Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • José Luiz Moletta Instituto Agronômico do Paraná
  • Jesuí Virgílio Visentainer Universidade Estadual de Maringá
  • Lucia Maria Zeoula Universidade Estadual de Maringá
Palavras-chave: Produção de bovinos

Resumo

Avaliaram-se três rações (TES – ração-testemunha; LIN – ração com semente de linhaça integral e CAN – ração com grão integral de canola) sobre o desempenho, digestibilidade aparente, características de carcaça e os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca (CDMS), matéria orgânica (CDMO), proteína bruta (CDPB), fibra em detergente neutro (CDFDN), fibra em detergente ácido (CDFDA), energia bruta (CDEB) e extrato etéreo (CDEE) de novilhas Nelore confinadas. O indicador interno utilizado para estimar a digestibilidade foi a cinza insolúvel em ácido. Como volumoso, utilizaram-se a silagem de milho e a casca de caroço de algodão. Os concentrados consistiram de farelo de soja, grão de milho moído, resíduo de fecularia de mandioca, sal mineral, uréia e calcário (TES), diferindo pela inclusão ou não da semente de linhaça (LIN) ou grão de canola (CAN). Empregaram-se 24 novilhas, com idade e peso vivo inicial médio de 18 meses e 277,67 + 32,12 kg, respectivamente. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com três tratamentos e oito repetições. A duração do experimento foi de 87 dias. Não foram observadas diferenças (P>0,05) entre os tratamentos na ingestão de matéria seca, matéria orgânica, proteína bruta, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, conversão alimentar da matéria seca, ganho médio diário, rendimento de carcaça quente, espessura de gordura de cobertura e área de olho de lombo. A ingestão de energia bruta e de extrato etéreo mostrou-se superior (P<0,01) para LIN e CAN em comparação ao TES. Além disso, não se observaram diferenças (P>0,05) entre os tratamentos para o CDPB, CDFDN e CDFDA. O tratamento TES apresentou maiores valores (P<0,05) de CDMS, CDMO e CDEB em relação ao LIN. O CDEE foi superior (P<0,05) para o TES em relação ao CAN. A utilização desses alimentos se justificaria em casos nos quais a disponibilidade e os custos fossem favoráveis, pois os óleos extraídos deles são muito valorizados na alimentação humana, tornando-os raros e de valor econômico elevado.

PALAVRAS-CHAVES: Canola, casca de caroço de algodão, CIA, digestibilidade aparente, linhaça, novilhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robério Rodrigues Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Zootecnista e Mestre em Zootecnia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Doutorando em Zootecnia pela Universidade Estadual de Maringá. Atualmente é Professor Assistente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia onde leciona a Disciplina Estatística Experimental.
Publicado
21-12-2008
Como Citar
Wada, F. Y., do Prado, I. N., Silva, R. R., Moletta, J. L., Visentainer, J. V., & Zeoula, L. M. (2008). GRÃOS DE LINHAÇA E DE CANOLA SOBRE O DESEMPENHO, DIGESTIBILIDADE APARENTE E CARACTERÍSTICAS DE CARCAÇA DE NOVILHAS NELORE TERMINADAS EM CONFINAMENTO. Ciência Animal Brasileira, 9(4), 883-895. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/1135
Seção
Produção Animal