BIOMETRIA DO INTESTINO DE POEDEIRAS COMERCIAIS SUBMETIDAS A PROGRAMAS DE MUDA FORÇADA

Vanessa Sobue Franzo, Silvana Martinez Baraldi Artoni, Valcinir Aloísio Scalla Vulcani, Lizandra Amoroso, Daniela Oliveira

Resumo


A muda forçada em poedeiras comerciais tem sido utilizada para melhorar o desempenho zootécnico das aves por mais um ciclo de produção de ovos. O experimento foi realizado com o objetivo de avaliar a biometria do intestino de poedeiras comerciais submetidas a diferentes programas de muda forçada. Trinta e duas aves da linhagem Hisex Brown com 58 semanas de idade foram distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, constando de quatro programas de muda forçada (P1- programa Califórnia, P2- baixo nível de cálcio; P3- alto nível de zinco e P4- baixo nível de sódio) e duas repetições de quatro aves cada. As medidas biométricas ocorreram ao 28º e 140º dias e, para isso, quatro aves foram sacrificadas de cada programa, em cada período, para a avaliação do peso corporal e do peso relativo das diferentes porções intestinais (duodeno, jejuno, íleo, ceco e cólon-reto) por meio de uma balança de precisão e do comprimento dos intestinos com o auxílio de uma fita métrica milimetrada. Submeteram-se os dados obtidos à análise de variância e, em caso de diferença significativa, compararam-se as médias pelo teste de Tukey. Em poedeiras comerciais P1 e P3 verificaram-se o menor peso corporal médio e peso relativo (não significativos), bem como o comprimento do intestino em relação às aves P2 e P4. Aos 140 dias, os pesos corpóreo e relativo e o comprimento do intestino foram maiores. Concluiu-se que os diferentes programas de muda forçada estudados apresentaram resultados similares, podendo ser utilizados para poedeiras comerciais em segundo ciclo de produção.

PALAVRAS-CHAVES: Fisiologia, manejo nutricional, pós-muda, sistema digestório.

Palavras-chave


intestino, biometria, muda forçada, nutrição, poedeiras.

Texto completo:

PDF




Logotipo do IBICT
Visitantes: contador de visitas