Sobre a Revista

Histórico da Revista

A revista Ciência Animal Brasileira (ISSN 1809-6891) surgiu a partir do desmembramento dos Anais das Escolas de Agronomia e Veterinária da Universidade Federal de Goiás (UFG), criado em 1971. Nasceu no ano de 2000 como grande aspiração, da atual Escola de Veterinária e Zootecnia da UFG, com o objetivo de ser um difusor do conhecimento científico nas áreas de Medicina Veterinária e Zootecnia.

Em 2006, a revista foi integralmente disponibilizada no Portal de Periódicos da UFG, onde passou a utilizar o sistema de editoração eletrônica Open Journal Systems (OJS), uma ferramenta de gestão e publicação de revistas eletrônicas. A versão impressa foi descontinuada no ano de 2010, sendo assim toda a tramitação dos artigos feita eletronicamente, conferindo menor custo as publicações, maior dinamicidade na interação com autores e revisores, além de conferir maior celeridade nas tramitações. A versão eletrônica, disponível no endereço https://www.revistas.ufg.br/vet, contém todos os números e volumes publicados na íntegra e em livre acesso.

O Conselho Editorial da revista tem sido constantemente ampliado com a inclusão de novos membros de instituições nacionais e internacionais visando aprimorar os processos de inclusão da revista como uma plataforma de publicação mais internacionalizada e objetivando elevar a qualidade técnico-cientifica das publicações. A busca de novas indexações, em diferentes bases, sempre foi uma meta permanente dos membros desta revista. Dentre esses indexadores, podemos ressaltar o SciElo, que disponibiliza todos os nossos artigos em livre acesso desde o ano de 2013.

Com o objetivo de aumentarmos a internacionalização e visibilidade dos artigos publicados, desde 2019, a CAB adotou a modalidade bilíngue para publicação de artigos científicos (Inglês/Português). A decisão editorial de manutenção da publicação nas duas modalidades, mesmo entendendo a presença predominante da língua inglesa nas publicações científicas deveu-se a fato de grande parte dos nossos leitores não pertencerem a comunidade científica. Nesse sentido, visando principalmente a devolutiva social e devido a aplicabilidade imediata de nossos artigos, a publicação na língua portuguesa é uma de nossas prioridades.

Em 2020, a revista passou por uma renovação na sua identidade visual e uma nova marca foi criada*. O layout dos artigos igualmente sofreu modificações com o objetivo de melhorar a leitura e interação dos leitores para com a CAB.

* marca desenvolvida pela programadora visual Cátia Ana Baldoíno da Silva, do núcleo editorial da Faculdade de Artes Visuais da UFG.

Indexadores

A revista CAB está atualmente indexada nas seguintes bases de dados bibliográficos:

AGRICOLA, AGRIS e AGRINDEX, BVS-Vet – Vetindex, CABi, DOAJ, EBSCO, Google Scholar, Latindex, REDIB, Scopus – Scimago, SCiELO,

Taxa de processamento de artigos

Todos os artigos publicados pela CAB têm acesso aberto e são disponibilizados gratuitamente on-line. Isso é possível graças a uma taxa de processamento de artigos (article-processing charge - APC) que cobre os serviços de publicação, incluindo o fornecimento de ferramentas on-line, editoração dentre outros serviços.

Aplica-se uma APC de 80 reais por página diagramada para artigos aceitos para publicação. Para autores estrangeiros, o valor final em real é convertido automaticamente para dólar americano. 

Patrocinadores

Universidade Federal de Goiás (UFG), Portal de Periódicos da UFG, Escola de Veterinária e Zootecnia (EVZ/UFG)