[1]
C. M. Ribeiro e M. C. Pereira, “As escolas quilombolas em Goiás – retrato da escola na relação com o poder público dos anos 2000”, RevPoly, vol. 27, nº 1, p. 259-270, jul. 2016.