[1]
M. C. O. Santos e D. N. C. Mesquita, “Paralisia cerebral, recursos tecnológicos, letramento e inclusão”, RevPoly, vol. 26, nº 2, p. 331-337, out. 2015.