[1]
A. G. Fernandes, “O rap entre mestiçagens e negritudes: música e identidade no Brasil e em Cuba (1988-2005)”, RevPoly, vol. 26, nº 1, p. 353-354, out. 2015.