A ética como um princípio da justiça: uma abordagem transdisciplinar na escola

Autores

  • Luiz Síveres Universidade Católica de Brasília (UCB), Brasília, Distrito Federal, Brasil, luiz.siveres@gmail.com
  • Lucicleide Araújo de Sousa Alves Universidade Católica de Brasília (UCB), Brasília, Distrito Federal, Brasil, lucicleide.ead@gmail.com
  • Olzeni Leite Costa Ribeiro Ideaah School, Brasília, Distrito Federal, Brasil, olzeni@ideaah.com.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v32i1.67388

Resumo

Compreender a ética como um princípio da justiça, em um processo transdisciplinar educativo, é o foco desta reflexão. A experiência educacional está sendo implementada com base numa metodologia, que elegeu a ética como elemento central no percurso de desenvolvimento de crianças da educação infantil. Esse procedimento foi demarcado por uma dinâmica interativa que considerou a subjetividade, a intersubjetividade e a sociabilidade, dimensões estas que projetam a ética como um dinamismo transversal de fácil acessibilidade, quando trabalhado na espontaneidade da criança. Por isso, a finalidade é situar a ética como um princípio da justiça social, buscando compreendê-la enquanto dinamismo transdisciplinar em um projeto educacional da primeira infância. O pressuposto para o atendimento a essa finalidade parte da premissa de que educar para a justiça social requer uma virtude ética que seja capaz de desenvolver a consciência da dignidade humana e da transformação social. Concluiu-se, assim, que a educação infantil é um ambiente favorável para incorporar a ética no desenvolvimento das potencialidades, tendo como horizonte a formação de uma geração de jovens e adultos capazes de promover a responsabilidade para com o bem comum, construindo uma sociedade espiritualmente saudável e materialmente sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-01-2021

Como Citar

Síveres, L. ., Araújo de Sousa Alves, L. ., & Leite Costa Ribeiro, O. . (2021). A ética como um princípio da justiça: uma abordagem transdisciplinar na escola . Revista Polyphonía, 32(1), 33–49. https://doi.org/10.5216/rp.v32i1.67388

Edição

Seção

Dossiê Escola, Complexidade e Justiça Social