Do pensamento clássico ao complexo na busca por justiça social: ensaio teórico

Autores

  • Juliana Berg Universidade Federal do Paraná
  • Carla Luciane Blum Vestena Universidade Estadual do Centro-Oeste
  • Cristina Costa-Lobo Instituto de Estudos Superiores de Fafe

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v31i1.66963

Resumo

O presente texto é resultado de pesquisa bibliográfica junto aos teóricos da complexidade, num esforço de tecer evidências, opiniões e posições que possam ofertar oportunidade para a contraposição de ideias e o esclarecimento a respeito de nossas individualidades, práticas e da própria sociedade. Busca-se através desse, a ampliação da consciência relativa ao conviver e ao pensar cidadão diante da crise civilizatória, humanitária, sanitária, educacional e econômica que se vive. Como indicativo teórico final aponta para o pensamento complexo, por meio da transdisciplinaridade como meio educacional saudável promotor da ética humana, assim como, indica caminhos educacionais possíveis para “cidadania planetária” e justiça social, além de demonstrar ser o desenvolvimento humano por meio da criatividade a estratégia educacional mais atrativa e colaborativa no evoluir sistêmico da consciência respeitosa no viver.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-12-2020

Como Citar

Berg, J. ., Blum Vestena, C. L. ., & Costa-Lobo, C. . (2020). Do pensamento clássico ao complexo na busca por justiça social: ensaio teórico. Revista Polyphonía, 31(1), 305–324. https://doi.org/10.5216/rp.v31i1.66963

Edição

Seção

Dossiê Escola, Complexidade e Justiça Social