Justiça social e multiculturalismo na educação: perspectiva emergente e insurgente na didática crítica intercultural

Autores

  • Marilza Vanessa Rosa Suanno Universidade Federal de Goiás
  • Carlos Cardoso Silva Universidade Federal de Goiás
  • Taynnara Rodrigues de Oliveira Universidade Federal de Goiás
  • Wesley Brito Magalhães Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v31i1.66954

Resumo

Este estudo objetivou analisar os Anais do XIX ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino que abordou a temática “Para onde vai a didática? O enfrentamento às abordagens teóricas e desafios políticos da atualidade”, ocorrido em Salvador/BA entre os dias 03 e 06 de setembro de 2018. Primeiramente, foi feito um levantamento teórico acerca do multiculturalismo e interculturalidade crítica. Em seguida, foram selecionados os artigos em que os autores utilizaram as palavras ‘multiculturalismo’ e ‘interculturalidade’ nos títulos. Ao todo, foram 20 trabalhos. A partir da leitura dos textos submetidos e das características que Vera Candau determina sobre a interculturalidade crítica, foram analisadas as seguintes categorias: a) abertura; b) reconhecimento e redistribuição; c) democracia e justiça; d) preconceito, discriminação e monocultura; e) cultura, identidade e empoderamento. Constatou-se que ao abordar a temática proposta, os artigos demonstram esforços teóricos, reflexivos e práticos insurgentes rumo a interculturalidade crítica na educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-12-2020

Como Citar

Rosa Suanno, M. V. ., Cardoso Silva, C. ., Rodrigues de Oliveira, T. ., & Brito Magalhães, W. . (2020). Justiça social e multiculturalismo na educação: perspectiva emergente e insurgente na didática crítica intercultural . Revista Polyphonía, 31(1), 143–162. https://doi.org/10.5216/rp.v31i1.66954

Edição

Seção

Dossiê Escola, Complexidade e Justiça Social